Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias

Seminário em Londrina ressalta campanha Junho Violeta de proteção à pessoa idosa

sexta, 02 de junho de 2023
Categoria

A primeira edição do encontro “Feliz Cidade dos Idosos” será realizada nesta sexta-feira (2), no auditório da OAB Londrina

A Prefeitura de Londrina participa, nesta sexta-feira (2), do I Seminário “Feliz Cidade dos Idosos”. Promovido pela Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa da Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP), o encontro reúne diversas entidades da sociedade civil, órgãos e representantes do poder público em prol da Campanha Junho Violeta, de conscientização e prevenção contra a violência à pessoa idosa. As atividades serão conduzidas das 9h às 19h, no auditório da OAB-PR Subseção Londrina, que fica na Rua Governador Parigot de Souza, 311.

Para o debate, vão comparecer representantes das Secretarias Municipais de Saúde, do Idoso, da Assistência Social; Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa (CMDPI) de Londrina; Assembleia Legislativa do Paraná; Conselho Estadual dos Direitos dos Idosos; Associação dos Municípios do Médio Paranapanema (AMEPAR); Procuradoria-Geral de Justiça do Ministério Público; Polícias Civil e Militar, entre outros.

O seminário será transmitido on-line pelo site da Assembleia Legislativa, e pelas redes sociais. E quem desejar obter o certificado de participação, pode se cadastrar pelo site da Comissão, www.defesadosidosos.org/seminario-norte-parana.

A lei estadual n° 20.252 de 2020, oriunda de projeto de lei de autoria do deputado Cobra Repórter, incluiu no Calendário Oficial de Eventos do Estado do Paraná o Junho Violeta. Os objetivos da iniciativa incluem, entre outros tópicos, garantir dignidade e respeito à pessoa idosa, promover ações que tragam qualidade de vida, reprimir e combater a violência, além de desenvolver ações de mobilização, sensibilização, instrução, prevenção e conscientização da população contra todos os tipos de violência contra a população idosa.

O deputado estadual, que também preside a Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa na ALEP, explicou que o Junho Violeta faz parte de um trabalho de conscientização da população para mostrar a importância de denunciar todo e qualquer tipo de violação dos direitos da pessoa idosa. “Essa dura realidade de maus-tratos contra os idosos deve ser combatida. Precisamos garantir a dignidade e o respeito à pessoa idosa, promover ações, combater a violência contra idosos e defender seus direitos. Para isso, informação e denúncia são fundamentais”, destacou.

Para a secretária municipal do Idoso de Londrina, Andrea Ramondini, a aproximação entre a Assembleia Legislativa e os municípios para discutir políticas públicas destinadas à população idosa é de extrema importância. “Londrina foi selecionada como local de abertura desse Seminário devido à existência de uma secretaria específica desde 1999, bem como por sua sólida incorporação de políticas que visam garantir direitos e prevenir problemas relacionados aos idosos, graças à sensibilidade e à visão do prefeito Marcelo Belinati”, citou.

Ramondini citou ainda que promover discussões sobre políticas e destacar a importância dessa população durante um evento que reúne autoridades de diversas esferas do estado é crucial para fortalecer as políticas públicas e dar maior visibilidade à população idosa. “Trata-se de um grupo que, em menos de uma década, será o quinto maior no país em número de pessoas. O envelhecimento é uma realidade que precisa ser cada vez mais considerada em todas as esferas políticas, e um seminário como esse representa uma oportunidade de abrir novos espaços de discussão e buscar melhorias na qualidade de vida dessa população”, destacou.

De acordo com a presidente do CMDPI, Luciana Alvarez, a campanha Junho Violeta, que será um dos temas principais do seminário, tem como mote principal o enfrentamento à violência cometida contra a pessoa idosa. Por isso, a apresentação do CMDPI vai abordar as deliberações por políticas preventivas, que contribuem para minimizar e reduzir essas ocorrências. “E o CMDPI entra nessa atuação como um órgão que, enquanto deliberativo com relação aos recursos do Fundo Municipal, aprovou nos últimos anos a destinação de repasses para implementar essas políticas públicas preventivas. O enfoque do Seminário também será de valorizar os setores que atuam de forma preventiva nessa causa, entender nossas demandas e pensar em orçamentos para criação das políticas públicas”, acrescentou.

Alvarez frisou que é importante que o Legislativo, bem como toda a sociedade civil, entenda a importância de se pensar em recursos/orçamentos específicos para a população idosa, haja vista seu crescimento. “É preciso pensar em políticas públicas, em ampliação orçamentária, porque o envelhecimento é um fenômeno presente no país e mundo, e em Londrina não é diferente. E são necessárias políticas específicas, pois as demandas dessa população são gigantescas, especialmente pós pandemia. A sociedade precisa entender o envelhecimento como um processo, e com planejamento é possível oportunizar um envelhecer com qualidade”, afirmou.

Fonte: N.Com