Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
Prefeitura realiza oficina técnica sobre gestão de resíduos sólidos Prefeitura realiza oficina técnica sobre gestão de resíduos sólidos

Prefeitura realiza oficina técnica sobre gestão de resíduos sólidos

Tuesday, 09 de November de 2021

Atividade faz parte da elaboração do Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos (PMGIRS), que o Município deve apresentar até o final deste ano

Divulgação

Nesta quarta-feira (10), das 20h às 21h30, a Prefeitura de Londrina, por meio da Secretaria Municipal de Ambiente (Sema), vai realizar uma oficina técnica para debater o planejamento das ações do Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos (PMGIRS). O encontro será realizado em formato híbrido, permitindo que os interessados participem presencialmente, no auditório da PUC, que fica na Avenida Jockey Club, 485, ou pela internet, através do link que será encaminhado por e-mail aos inscritos.

As inscrições permanecerão abertas até hoje (9) pelo link encurtador.com.br/ipJWY. Há 70 vagas presenciais e 50 para quem deseja participar pela internet. Àqueles que quiserem se informar mais sobre o assunto antes da oficina podem acessar o site da Prefeitura de Londrina, no https://portal.londrina.pr.gov.br/gestao-de-residuos-ambiente/pmgirs. É possível, também, registrar opinião, sugestão ou crítica, pois há dois formulários abertos. Um deles refere-se à pesquisa sobre o posicionamento da população acerca dos resíduos sólidos na cidade e outro sobre o conteúdo técnico do PMGIRS.

Segundo a geógrafa da Secretaria Municipal de Ambiente (Sema), Mariza Pissinati, o Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos é uma construção coletiva, por isso está sendo feito com a ajuda de técnicos e da população. “A Prefeitura de Londrina pretende finalizar o PMGIRS em dezembro desse ano, porque além de ser uma exigência legal, ele traz diversos benefícios para a cidade, como a redução dos custos com a gestão de resíduos, a diminuição da poluição ambiental, a manutenção de uma cidade mais limpa, saudável e sustentável, a economia de recursos públicos, entre outros”, lembrou Pissinati.

A Lei Federal nº 12.305/2010 prevê a organização da gestão dos resíduos sólidos nos municípios brasileiros e está regulamentada pelo Decreto Federal nº 7.404/2010, que instituiu a Política Nacional de Resíduos Sólidos e o Comitê Orientador para a Implantação dos Sistemas de Logística Reversa no país. Estas legislações citam que o PMGIRS é uma condição para o acesso aos recursos da União ou aqueles por ela controlados, como os destinados aos empreendimentos e aos serviços de limpeza urbana, manejo de resíduos sólidos e para o fomento de entidades que atuam nessa área.

Sobre o conteúdo do plano – Ao todo, o Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos deve conter quatro cadernos, que trazem medidas para valorizar os resíduos e alimentar a economia circular no município. Os cadernos 1 e 2 do Plano já foram editados após uma audiência pública e estão disponíveis para a população no site da Prefeitura (clique aqui para vê-los).

No primeiro, a população encontra o histórico do Município, os dados geográficos e socioeconômicos e a legislação envolvendo a política nacional de resíduos sólidos. No segundo, estão informações sobre a gestão atual de resíduos, coleta seletiva, geradores de resíduos sólidos e volumes gerados, reciclagem, destinação final de produtos e o custo da gestão como um todo. Já o terceiro trata sobre o planejamento das medidas necessárias para a implementação do plano municipal e o quarto livro apresentará as ações estratégicas que devem ser implantadas nos próximos 20 anos.

Para a elaboração do Plano Municipal foi instituído um Comitê Diretor contendo especialistas das secretarias municipais do Ambiente (Sema); de Saúde; de Educação; de Obras e Pavimentação; de Agricultura e Abastecimento; de Planejamento, Orçamento e Tecnologia; do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Londrina (Ippul); e Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização de Londrina (CMTU). Quem tiver interesse pode ver toda a regulamentação e o andamento dos trabalho no site da Prefeitura (aqui).

Fonte: N.Com