Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
Os movimentos da cidade em praça pública Os movimentos da cidade em praça pública Os movimentos da cidade em praça pública

Os movimentos da cidade em praça pública

Friday, 13 de October de 2017
Categoria:

Na manhã deste sábado (14), bailarinos da Escola Municipal de Dança de Londrina surpreendem passantes ao ocuparem a Praça da Bandeira com a beleza do balé clássico

Em seus 24 anos de existência, a Escola Municipal de Dança de Londrina já formou centenas de bailarinos. Seu trabalho com o balé clássico é reconhecido pela qualidade técnica em todo o Brasil. Mas, poucas vezes, os números são vistos fora dos palcos dos teatros. Este sábado (dia 14), a partir das 11h30, é a oportunidade de assistir aos alunos dançando em um tablado que será montado na Praça Floriano Peixoto, ou Praça da Bandeira, ao lado da Catedral. O espetáculo “Cidade em Movimento” é uma colagem de balés de repertório da Escola, reunidos especialmente para o Festival de Dança. Alguns desses números já foram apresentados em semáforos de Londrina, anunciando o evento antes da abertura, na semana passada.

No espetáculo, estão apresentações como “Les Sylphides”, um balé em um ato criado para os Ballets Russes de Serguei Diaghilev, baseado em obras do músico Frédéric Chopin e coreografado por Michel Fokine. A performance inclui um pas de deux interpretado pelos bailarinos Renata Dói e Hugo Vargas, corifeias e corpo de dança, totalizando 21 bailarinos. Outro momento especial é o grand pas de deux “Tchaykovsky”, uma exibição de bravura e técnica – trecho criado tardiamente pelo compositor para o Ato III de “O Lago dos Cisnes”. Como a música não estava na pontuação original, não foi publicada com o restante da obra, o movimento desapareceu do balé e só foi recuperado na década de 1950. Outros solos de repertório estão programados numa demonstração pública de beleza e originalidade, já que os números foram adaptados pelos professores Marciano Boletti e Renata Dói. Haverá, ainda, a apresentação de oito solos de reportórios com diversos bailarinos que frequentam a instituição em diferentes séries.

A Escola foi criada em maio de 1993, através de um convênio entre a Fundação Cultura Artística de Londrina (Funcart) e a Secretaria Municipal de Cultura, com objetivo de formar bailarinos profissionais e público para a dança, facilitando o acesso à arte e à cultura. Atualmente a Escola abriga em torno de 500 crianças e adolescentes, a maioria bolsistas e de regiões periféricas da cidade.

Fonte: Divulgação