Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
Cresce a busca por imóveis mais espaçosos durante a quarentena Cresce a busca por imóveis mais espaçosos durante a quarentena

Cresce a busca por imóveis mais espaçosos durante a quarentena

Monday, 10 de August de 2020
Categoria:

Com isolamento social, há preferência por espaços amplos e áreas abertas

Cresce a busca por imóveis mais espaçosos durante a quarentena

Divulgação

A pandemia fez com que as famílias se reunissem por mais tempo dentro de casa. Em grande parte dos lares, cada um dos moradores precisou adaptar tarefas diárias, como estudo, trabalho e entretenimento, para serem realizadas sem sair de casa. O que no princípio pareceu cômodo para alguns, passou a despertar insatisfações – inclusive, quanto ao tamanho da moradia.

Muitos perceberam que o espaço disponível talvez não fosse suficiente e passaram a buscar por imóveis maiores. A corretora online Imovelweb, por exemplo, registrou um aumento de 128% nas pesquisas por apartamentos com varandas, se comparado ao mesmo período do ano anterior. Nesse mesmo sentido, as casas com quintal também
passaram a ser mais requisitadas: 96% a mais do que em 2019.

Outro site de venda e aluguel de imóveis, a Lello Imóveis também registrou o desejo por ambientes mais amplos. Em São Paulo, a popularidade das casas com metragens maiores cresceu 41,6%. E os usuários não estão apenas pesquisando, como também realmente se tornando clientes: em abril, o número de compras concretizadas foi maior que o dobro registrado em janeiro, quando o coronavírus ainda não havia chegado ao Brasil.

O diretor de vendas da Lello Imóveis, Igor Freire, ainda ressalta que a preferência é por casas, já que os espaços são divididos apenas com a família, então o risco de contaminação é menor. “A quarentena fez com que as pessoas buscassem por casas maiores, com áreas ao ar livre. Diferentemente dos apartamentos em condomínios, nas
casas, não é preciso ter contato com outras pessoas nos elevadores e halls de áreas comuns”, afirma Igor.

Aumento dos financiamentos

As boas vendas do setor imobiliário também foram percebidas através aumento dos pedidos de financiamentos. Os dados mostram que, depois do primeiro mês de isolamento social, em março, as pessoas voltaram a buscar a casa própria. Informações da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip) mostram que os financiamentos para compra e construção de imóveis somaram R$ 7,13 bilhões em maio –
alta de 6,5% em relação a abril e crescimento de 8,2% em comparação a maio do ano passado.

Busca por seguro residencial

Já os que estão estáveis em suas residências movimentam um outro setor ligado ao mercado imobiliário: o de seguro residência. Mais uma vez, influenciadas pelo maior tempo em casa, as pessoas sentiram necessidade de contratar uma seguradora, tanto para proteger a família contra furtos e roubos, quanto para garantir auxílio, caso precisem de
pequenos reparos em casa. Segundo dados de mercado, o crescimento durante a quarentena foi de 38%.

Fonte: Conversion