Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
Cadência Sincopada faz último show em homenagem a Geraldo Pereira Cadência Sincopada faz último show em homenagem a Geraldo Pereira

Cadência Sincopada faz último show em homenagem a Geraldo Pereira

Wednesday, 20 de February de 2019

Show gratuito acontece no próximo sábado, dia 23 de fevereiro, no Centro Cultural SESI/AML

Um dos únicos tributos brasileiros ao centenário de nascimento do compositor Geraldo Pereira (1918-1955) acontece em Londrina. Desde novembro do ano passado, o grupo Cadência Sincopada realiza uma série de shows e palestras com o objetivo de tornar conhecido o autor de clássicos que costumamos cantar a partir das vozes de outros intérpretes, como “Falsa baiana”, “Sem compromisso” e “Escurinho”. Neste sábado, dia 23 de fevereiro, será a última oportunidade de conferir o espetáculo “Centenário de Geraldo Pereira – O Rei do Samba Sincopado”, que já passou por diversas vilas culturais e agora chega ao Centro Cultural SESI/AML, bem em frente à Concha Acústica. A apresentação começa às 19h30, com ingressos gratuitos distribuídos a partir das 19 horas. A capacidade da casa é de 126 lugares. O projeto tem patrocínio da Secretaria Municipal de Cultura de Londrina, por meio do PROMIC – Programa Municipal de Incentivo à Cultura.

Além de se divertir com os arranjos inventivos das músicas, assinados por Lucas Fiuza, o público presente vai participar da gravação oficial em vídeo do show. Lucas (no cavaco e bandolim) é acompanhado por Silvia Borba (vocal), Ramon Maciel (violão), Lucas Dias (percussão) e Reinaldo Resquetti (trompete, flugel e trombone). Desde seu nascimento, em 2016, o Cadência Sincopada dedica-se à pesquisa do samba de breque em seus efeitos e construções harmônicas.

Cadência Sincopada faz último show em homenagem a Geraldo Pereira

Foto: Victor Pedrassoni

Depois de um especial sobre João Nogueira, o grupo resolveu dedicar-se à obra de Pereira – compositor mineiro radicado no Morro de Mangueira, considerado o inventor das paradas repentinas, idas e vindas da síncope do samba. No repertório do show, além dos sucessos já citados, os músicos interpretam composições menos conhecidas como “Pisei num despacho” (parceria com Elpídio Viana), “Conversa fiada” (com Ciro de Souza), “Onde está a Florisbela” (com Ari Monteiro) e “Pode ser?” (com Marino Pinto). O espetáculo investe também na construção visual, com figurinos em referência à escola de samba verde-e-rosa assinados por Alex Lima e iluminação de Amanda Moura. A produção é de Davi di Pietro.

Serviço:

Centenário de Geraldo Pereira – o Rei do Samba Sincopado

Último show

Com “Cadência Sincopada”

Sábado, 23 de fevereiro

Às 19h30*

*Ingressos distribuídos a partir das 19 horas

No Centro Cultural SESI/AML

(R. Maestro Egídio Camargo do Amaral, 130, em frente à Concha Acústica)

GRATUITO

Fonte: Divulgação