Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
Atletas do Londrina/FEL/IPEC defenderão o Brasil no Sul-Americano Atletas do Londrina/FEL/IPEC defenderão o Brasil no Sul-Americano

Atletas do Londrina/FEL/IPEC defenderão o Brasil no Sul-Americano

Monday, 17 de May de 2021
Categoria:

Além de enfrentar as melhores atletas do continente, Livia Avancini e Tatiane Raquel Silva buscam pontos para garantir a participação nas Olimpíadas de Tóquio

Atletas Tatiane Silva e Livia Avancini. Foto: divulgação

Tendo como alvo a vaga para os Jogos Olímpicos de Tóquio, as atletas Livia Avancini e Tatiane Raquel Silva, da equipe do Londrina/FEL/IPEC, terão mais uma oportunidade de somar pontos importantes no ranking que definirá a delegação brasileira para a competição. Elas foram convocadas para a seleção do Brasil e irão disputar o Campeonato Sul-Americano de atletismo, que será realizado entre os dias 29 e 31 de maio, em Guayaquil, no Equador.

A competição, inicialmente agendada para ocorrer em Buenos Aires, na Argentina, teve data e sede alteradas devido ao aumento no número de casos de Covid-19 naquele país.

A vaga de Livia na seleção brasileira foi garantida depois de a atleta ficar em segundo lugar nos rankings nacional e sul-americano do arremesso de peso. Tatiane, por sua vez, é a melhor do Brasil há alguns anos, nos 3.000 metros com obstáculos, e foi convocada também para os 1.500 metros.

Livia enfatizou que o Sul-Americano, disputado entre os melhores atletas do continente, exige preparação e concentração máxima, principalmente em ano olímpico, onde todos estão focados para alcançar a classificação. A londrinense completou 28 anos recentemente e, desde os 15, atua na equipe da cidade.

Segundo a técnica Silvana Vieira, Livia continua evoluindo e está em um bom momento técnico para disputar o Sul-Americano, alcançando maturidade importante para a sequência dos trabalhos. Ela ressaltou que, apenas neste ano, a atleta já bateu o recorde paranaense duas vezes.

Já Tatiane, que ficou muito próxima da classificação no último ciclo olímpico, afirmou que todo o esforço é muito válido em busca dos objetivos. A atleta frisou que o momento é de tentar extrair o máximo de forças para conquistar mais pontos e se manter bem posicionada no ranking. Há dois anos, ela já experimentou a sensação de ser campeã sul-americana dos 3.000 metros com obstáculos.

Além do Campeonato Sul-Americano, as duas atletas do Londrina/FEL/IPEC ainda terão pela frente o Troféu Brasil para somarem pontos. Com isso, poderão se colocar em boas situações para garantir as vagas disponíveis pelo sistema de cotas, que lista as principais marcas do continente americano até a data determinada pelo Comitê Olímpico Internacional (COI).

As duas atletas convocadas são formadas no Projeto Londrina Atletismo, e têm mais de 15 anos de história na equipe Londrina/FEL/IPEC. Isso comprova, mais uma vez, a excelência dos trabalhos social, de iniciação/formação e alto rendimento realizados pelo projeto londrinense.

O Projeto Londrina Atletismo conta com incentivo da Copel e Governo do Paraná, através do programa Proesporte. É patrocinado pela Prefeitura de Londrina e Fundação de Esportes de Londrina (FEL), através do Fundo Especial de Incentivo a Projetos Esportivos (Feipe); Instituto Paranaense de Esporte e Cultura (IPEC); e Colégio Ética. E tem apoio da Universidade Estadual de Londrina (UEL); Maximus Assistencial; Ivot Ortopedia; Ômega Diagnósticos; Espaço Saúde Integral Londrina; e Academia AS Fitness.

Texto: N.Com com informações da Assessoria de Imprensa do Londrina/FEL/IPEC Atletismo