Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
Agon Teatro apresenta drama familiar

Agon Teatro apresenta drama familiar

Wednesday, 08 de April de 2015
Categoria:

O poético espetáculo “Ovo”, escrito e dirigido por Renato Forin Jr, estará em cartaz de 9 a 19 de abril (quinta a domingo) , na Usina Cultural.

Dois irmãos que passaram a juventude no campo se reencontram na cidade em um momento decisivo: o da notícia da morte da mãe. Uma história que pode ser banal. Mas também trágica… e cotidiana. Em uma viagem familiar rumo ao passado e em direção às raízes, o Agon Teatro prossegue em temporada com seu espetáculo de estreia, “Ovo”, de 9 a 19 de abril (quinta a domingo), na Usina Cultural.

O trabalho tem dramaturgia e direção de Renato Forin Jr., que também está em cena ao lado da atriz Danieli Pereira. O grupo teve orientação cênica de Marcio Abreu (da Companhia Brasileira de Teatro, de Curitiba).  

Ovo
remete liricamente ao universo rural, ambientando o espetáculo num antigo galinheiro onde os irmãos, na infância, trabalhavam e brincavam. édipo e Electra são personagens evocados nesse drama familiar brasileiro. Em sua dramaturgia, Renato Forin desconstrói os mitos originais da tragédia grega e elabora uma fábula inédita.

Os sentimentos e tabus familiares são trabalhados de forma poética e metafórica. Electra parte do sítio para encontrar édipo na cidade e dar a notícia do falecimento da genitora. Neste instante de desespero, afloram-se as pendências de um passado permeado por dor e ciúmes – circunstâncias que levaram édipo ao exílio.

Aos poucos, os espectadores desvendam a trama, oferecida em fragmentos e com idas e vindas temporais. Os personagens de “Ovo” aparecem revestidos de uma humanidade cotidiana, o que faz com que suas narrativas espelhem-se no drama pessoal de cada um na plateia.

Reflexões sobre o tempo

A história de Ovo intercala momentos narrativos que expõem os sentimentos entre os irmãos, suas relações paternais e a fragilidade dos afetos diante de circunstâncias extremas como a morte e a passagem do tempo, o desaparecimento de quem se ama e a ausência de respostas para quase tudo o que realmente importa. “é uma percepção apurada de que o tempo vai passando, vai varrendo as lembranças, as histórias e os próprios membros da família”, explica Renato Forin.

Ao mesmo tempo em que conserva uma essência lírica, a dramaturgia apresenta inovações formais que a enquadram no chamado drama contemporâneo. Em vários momentos, os atores parecem despertar da trama para refletir sobre a ilusão teatral.

A intenção é que a peça sensibilize os mais diversos públicos. “A montagem pode ser lida como uma história familiar, comum a todos nós, ou interpretada de forma mais técnica ou por um viés psicanalítico”, destaca Danieli Pereira. A proposta de fazer uma encenação em arena, para um público reduzido, facilita a proximidade com os espectadores.

Criado em Londrina há três anos como um grupo de pesquisa, o Agon Teatro investiga a encenação e a dramaturgia contemporânea. Sediado na Vila Usina Cultural, mantém uma rotina de ensaios e treinamentos baseados em linhas de força da tradição. 

Divulgação

Mais detalhes:

?Ovo?, espetáculo do Agon Teatro Temporada: de 9 a 12 e de 16 a 19 de abril (de quinta a domingo) Horário: 20 horas Local: Usina Cultural (Av. Duque de Caxias, 4159) Ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia-entrada) - À venda no local, uma hora antes de cada apresentação Duração: 90 minutos Classificação indicativa: 14 anos