Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
Grãos ardidos provocam perdas na produção de soja Grãos ardidos provocam perdas na produção de soja

Grãos ardidos provocam perdas na produção de soja

Thursday, 03 de March de 2016
Categoria:

Foto: Alexandre Alves

Problema é um dos temas que serão discutidos no encontro técnico promovido pelo curso de Agronomia da UniFil, sexta-feira e sábado

Agricultores já contabilizam perdas superiores a 10% em algumas área, após a entrega da produção de soja nas cooperativas, por causa da grande quantidade de grãos ardidos. é uma consequência do excesso de chuva, diz o professor doutor Esmael Lopes dos Santos, do curso de Agronomia da UniFil.

“Além da permeabilidade natural das vagens quando expostas a umidade por longos períodos – como choveu acima da média nesta safra, os dias nublados comprometeram a fotossíntese. Isso dificultou um eficiente fechamento da vagem (produção de lignina), provocando a sua abertura prematura. Com às chuvas concentradas no momento da colheita, as sementes ficaram expostas a longos períodos de umidade, deteriorando-se no campo e gerando os grãos ardidos”, explica o professor.

O problema será apresentado e discutido numa das estações de práticas agrícolas no 3º Encontro de Tecnologias da Implantação e Manejo de Grandes Culturas, promovido pela UniFil nesta sexta-feira e sábado (dias 4 e 5). Esmael Santos comenta que os agricultores estão preocupados com as perdas. “Pelos relatos, a ocorrência de grãos ardidos atinge diversas regiões do Estado, principalmente onde choveu bastante nos últimos meses”, afirma.

O encontro da UniFil vai apresentar também técnicas e inovações para melhorar o desenvolvimento e a produtividade das lavouras de soja e milho, informa o professor doutor Fabio Suano de Sousa, coordenador do curso de Agronomia. Na abertura, às 19h30, no Teatro Colégio Londrinense, o pesquisador da Embrapa Julio Cesar Franchini  ministra palestra sobre “A importância do manejo do solo em diferentes ambientes de produção de soja no Paraná”.

No dia seguinte, a partir das 8 horas, no campo experimental do curso de Agronomia, professores da UniFil e profissionais da Embrapa vão coordenar as demais estações de práticas agrícolas. Os temas são: Fitopatologia/Entomologia – Manejo integrado de pragas e doenças na cultura de soja; Plantas Daninhas – Manejo de daninhas em grandes culturas; Tecnologia de Sementes – Tolerância de cultivares de soja à germinação na vagem; Transformação de Produtos – Utilização da soja na alimentação humana; Manejo – Identificação e monitoramento da compactação do solo; Fertilidade – Adubação e inoculação com Azospirillum brasiliense em milho.

O campo experimental do curso de Agronomia fica na Rodovia Mábio Gonçalves Palhano, logo depois da rotatória do Centro de Eventos próximo ao número 7777. Informações na página do Encontro ou no (43) 3375-7418. 

Fonte: Divulgação