Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
Cadastro para vacinação Covid-19 é aberto para grávidas e puérperas com comorbidades Cadastro para vacinação Covid-19 é aberto para grávidas e puérperas com comorbidades

Cadastro para vacinação Covid-19 é aberto para grávidas e puérperas com comorbidades

Wednesday, 28 de April de 2021
Categoria:

Pessoas com comorbidades graves já podem preencher seus dados e encaminhar documentação necessária para agendar a vacinação

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) divulgou um balanço parcial e outras atualizações sobre o cadastramento de pessoas com comorbidades para a vacinação contra a COVID-19. Desde terça-feira (27), as mulheres em período de pós-parto (puérperas) e as gestantes que apresentem comorbidades podem fazer seus cadastros para receber a vacina contra o novo Coronavírus.

O preenchimento dos dados está aberto para a população com idade entre 18 e 59 anos, que possua comorbidade elencada no Plano Nacional de Imunização (PNI) do Ministério da Saúde. Entre as situações consideradas como comorbidades, estão: doença renal crônica, doenças cardiovasculares e cerebrovasculares, diabetes mellitus, hipertensão arterial grave, pneumopatias crônicas graves, anemia falciforme, câncer, obesidade mórbida (IMC≥40); síndrome de Down; e indivíduos imunossuprimidos (pacientes transplantados, com HIV positivo ou câncer).

Foto: Gustavo Tacaki

Dentre os grupos com comorbidades, a vacinação será iniciada pelas pessoas que estão em tratamento de hemodiálise, que têm síndrome de Down, ou ainda que estão gestantes ou são puérperas (aquelas que tiveram filhos nos últimos 45 dias). Independentemente da idade desses indivíduos, eles serão os primeiros a receber a vacina contra o Coronavírus dentro do grupo das pessoas com comorbidades.

Na sequência, a vacinação passará a ser por idade, focada naqueles que tenham entre 55 e 59 anos, com comorbidades. Segundo o secretário de saúde, a expectativa é que a próxima remessa de vacinas, que deve chegar na segunda quinzena de maio, venha para finalizar a vacinação da população com mais de 60 anos. Se isso se confirmar, na sequência, as novas remessas de vacinas devem seguir para as pessoas com comorbidades.

Números – Das 19 horas de ontem (26) até às 8 horas desta terça-feira (27), 5.861 pessoas já tinham feito o cadastro no site da Prefeitura de Londrina. Apenas nos 30 primeiros minutos do cadastramento, mais de 800 pessoas já haviam preenchido as informações. A estimativa da Prefeitura de Londrina é que existam mais de 25 mil pessoas, no Município, que se encaixam nessa fase da vacinação do PNI, sem contar as gestantes e as mulheres em pós-parto.

Foto: Gustavo Tacaki

O secretário municipal de Saúde, Felippe Machado, explicou que essa é a primeira etapa do processo para a posterior vacinação de todas as pessoas com as comorbidades elencadas no Plano Nacional de Imunização, elaborado pelo Governo Federal. Por isso, os indivíduos precisam se atentar ao fato de que não são todos os graus das comorbidades que garantirão a vacina nesta fase. Além disso, no momento não há uma previsão para a data em que essas pessoas devem receber a dose do imunizante contra o novo coronavírus. “É importante ressaltar que não há necessidade de correria e de a população ir buscar, de forma desordenada, os consultórios médicos e a rede de assistência em saúde, porque é uma etapa prévia para a vacinação. Ainda não temos uma data para o início da vacinação deste grupo, porque dependemos do Governo Federal, por meio do Ministério da Saúde, para o envio das doses para esse público”, explicou Machado.

Como se cadastrar – As pessoas que têm as condições elencadas pelo Ministério da Saúde no PNI (clique aqui para ver)  devem acessar o site da Prefeitura de Londrina, no endereço https://www4.londrina.pr.gov.br/sistemas/cadastrovacinacovidcom/

Arte: Secretaria de Saúde

O cadastro é autoexplicativo e conta com todas as informações necessárias para seu preenchimento. Aqueles que possuem plano de saúde particular precisarão apresentar um formulário próprio da Secretaria de Saúde, preenchido pelo médico responsável pelo acompanhamento do paciente.

O formulário médico deve ser entregue em um envelope fechado, junto à cópia do RG, CPF e comprovante de residência da pessoa com comorbidade, para uma das sedes das unidades escolares da rede pública municipal. As escolas e CMEIs (veja a relação aqui) receberão esses envelopes a partir de hoje (27), das 8h às 17h.

Aqueles que são atendidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS), em uma das Unidades Básicas de Saúde de Londrina (UBSs) não precisam entregar esse envelope, pois a UBS tem todo o prontuário médico em seu sistema. Caso, após cerca de 10 dias, a pessoa entre no sistema da Prefeitura de Londrina e veja que seu cadastro não foi validado, a recomendação é que a mesma procure a UBS onde recebe atendimento, para saber o que houve. Os telefones das Unidades Básicas de Saúde estão disponíveis aqui.

Ana Paula Hedler/N.com