Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
Uakti – Oficina Instrumental Uakti – Oficina Instrumental

Uakti – Oficina Instrumental

Monday, 03 de May de 2010
Categoria:
Grupo mineiro reconhecido mundo afora, o UAKTI ? Oficina Instrumental leva aos palcos sons inusitados, produzidos a partir de instrumentos nada convencionais. Tubos de PVC, vidros, metais, pedras, borracha, cabaças e até água são transformados em instrumentos como a marimba, a trilobita e o aqualung, que trazem os mais diferentes acordes e encantam o público. 
 
O grupo é formado por Paulo Sérgio dos Santos, Artur Andrés Ribeiro, Décio Ramos e Marco Antônio Guimarães, que assina a direção musical e é o responsável pela criação e confecção dos instrumentos. Ao longo de sua trajetória, o UAKTI trabalhou com artistas consagrados, como Milton Nascimento, Paul Simon, Ney Matogrosso, Zélia Duncan, Maria Bethânia, entre outros, e recebeu diversas premiações, com destaque para o prêmio Ministério da Cultura 96 como o melhor Grupo de Música Instrumental Brasileira e o Prêmio Santista 97 pela inovação na Música Popular Brasileira. 
Nos álbuns mais recentes, o UAKTI transita do erudito ao popular, com adaptações de peças consagradas nesses dois universos musicais. No CD ?Clássicos?, lançado em 2002, o grupo trabalha somente com arranjos de composições eruditas, enquanto no álbum ?Oiapok Xui?, de 2005, há diversos temas de músicas populares brasileiras, além de quatro variações da canção Águas de Março, de Tom Jobim. Em 2007, o grupo lançou seu primeiro DVD, gravado no Palácio das Artes em Belo Horizonte.
O UAKTI também empresta sua sonoridade a produções cinematográficas. Em 2001, o grupo compôs a trilha do filme ?Lavoura Arcaica?, baseado no romance homônimo de Raduan Nassar e dirigido por Luiz Fernando Carvalho. No ano passado, o UAKTI assinou a trilha sonora do filme ?Ensaio sobre a cegueira?, baseado no livro de José Saramago e dirigido por Fernando Meirelles.  Mais informações sobre o grupo no site www.uakti.com.br.
ORIGEM DO NOME UAKTI
Conta a lenda que Uakti era um monstro de formas humanas que vivia próximo à aldeia dos índios Tukano, às margens do rio Tiquiê (afluente do rio Negro, na Amazônia). Uakti tinha o corpo coberto de buracos e, quando recebia o vento, produzia belíssimos sons que encantavam as mulheres. Os homens, enciumados, capturaram Uakti e o mataram. No local onde foi enterrado, nasceram três palmeiras, que foram transformadas pelos índios em instrumentos musicais. Essas peças, quando tocadas, produziam os mesmos sons do vento percorrendo o corpo de Uakti.
Grupo se apresenta em Londrina neste sábado, clique aqui para saber mais.