Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
OAB lança comissão em Defesa da Igualdade Racial e de Minorias

OAB lança comissão em Defesa da Igualdade Racial e de Minorias

quinta, 02 de junho de 2016
Categoria: noticia

O objetivo é agregar não só negros ou integrantes de núcleos
minoritários, mas também os simpatizantes das causas que afetam negativamente
esses grupos

No próximo dia 7, a OAB-Londrina ganhará mais um grupo de
trabalho: Comissão da Promoção da Igualdade Racial e das Minorias. A comissão
vem sendo gestada há alguns meses, tendo como organizadores os advogados Maria
Lucilda Santos, também conselheira da Subseção; Tito Valle; e o primeiro
advogado negro de Londrina, Oscar do Nascimento, que, aos 86 anos, será o seu
presidente de honra.

O lançamento está agendado para 19 horas, na sede da OAB. O
objetivo é agregar não só negros ou integrantes de núcleos minoritários, mas
também os simpatizantes das causas que afetam negativamente esses grupos. A
comissão, informa os organizadores, terá o papel de “olhar para fora”. Ou seja:
levar informação, defender os direitos e buscar a conscientização dos que não a
integram, partindo do princípio de que seus integrantes já conhecem bem os
problemas decorrentes de preconceitos e oportunidades desiguais.

Maria Lucilda comenta que são muitas as frentes a serem
trabalhadas. “Vamos desde a discussão criminal, já que a grande maioria dos que
estão na penitenciária é negra,  até
questões trabalhistas”, cita.

Oscar do Nascimento, que vê com orgulho o número de
advogados negros atuando hoje no país, observa que está no alvo dos trabalhos
da comissão o levantamento de quantos advogados negros atuam em Londrina e
região.  “é um dado importante e que não
temos com exatidão”, comenta.

Lembrando que o Brasil avançou sim, mas que há muito ainda a
se fazer para superar as desigualdades entre seus cidadãos, Nascimento observa
que cerca de 50% da população do país é negra ou afrodescendente. “Precisamos
desenvolver essa população. Ao desenvolvê-la estaremos também desenvolvendo o
país. é preciso que as pessoas entendam isso”.

O advogado Tito Valle acrescenta que outra frente a ser
trabalhada pela Comissão é a divulgação do Estatuto da Igualdade Racial, que
poucas pessoas, inclusive profissionais do Direito, conhecem.

Fonte: Divulgação