Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
Novo Mercedes Classe E traz inteligência artificial Novo Mercedes Classe E traz inteligência artificial

Novo Mercedes Classe E traz inteligência artificial

Thursday, 21 de January de 2016
Categoria:

Evolução dos sistemas
de assistência de direção e o Drive Pilot, segundo a Mercedes, são o próximo
passo na estrada para um veículo autônomo.


Detroit, EUA – A
Mercedes revelou esta semana a nova geração da Classe E em prévia que antecede
a abertura do Salão do Automóvel de Detroit, nos Estados Unidos. A terceira
geração faz sua estreia mundial com a promessa de ser o veículo mais
inteligente fabricado em série.

Por fora, o modelo da
marca alemã segue o visual bem sucedido adotado na renovação do irmão menor
Classe C. No interior, inovação com quadro de instrumentos e painel integrados
em uma única tela configurável que vai atrás do volante ao console central,
possivelmente a maior da indústria.

A grande novidade,
porém, é a evolução dos sistemas de assistência de direção e o Drive Pilot que,
segundo a Mercedes, são o próximo passo na estrada para um veículo autônomo. A
até 130 km/h ele poderá, por exemplo, controlar o volante para mudar até a
faixa escolhida pelo motorista, caso ela esteja vazia, mesmo que a marcação das
faixas não esteja visível. Radares e sensores identificam veículos e estruturas
nas laterais.

‘O carro será
capaz não só de reconhecer pessoas e situações complexas, mas de se adaptar e
se antecipar’, explica Dieter Zetsche, presidente mundial da Mercedes.
‘Sempre um passo a frente da concorrência’, provoca.

De fato, o Drive
Piloto vai muito além do ACC, oferecido pela marca e seus rivais, que apenas
mantém a distância do carro a frente, mesmo quando não é possível ler as
faixas, como no Volvo XC90. O equipamento também faz uma série de assistências
no volante.

O modelo continua
corrigindo escapadas e freando para veículos, obstáculos e pedestres, mas agora
identifica trânsito em cruzamentos. Uma câmera será capaz de ler as placas e,
se for a configuração escolhida previamente pelo motorista, ajustar a
velocidade ao limite.

A tecnologia car-to-x
comunication ainda permitirá que os Classe E se comuniquem, trocando
informações sobre mapas e as condições da via para tomar decisões e ainda
avisar o motorista. ‘O veículo é capaz de aprender e oferecer a melhor
solução’, promete Zetsche.

Brasil

Todas as versões serão
equipadas com câmbio automático de nove velocidades. Os motores a gasolina vão
do 2.0 quatro cilindros de 184 cv ao seis cilindros de 333 cv. As opções diesel
não chegam ao mercado brasileiro, assim como não há previsão para importar a
versão híbrida (potência combinada de 279 cv). O novo Classe E será lançado no
Brasil no segundo semestre. Segundo a Mercedes, as configurações e os preços
para o País ainda não estão definidos. O atual parte de R$ 300 mil. A direção
autônoma, que será vendida como um pacote opcional, também não está nos planos.

Ricardo Ribeiro/Folhapress