Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
Município realiza campanha contra câncer de colo de útero Município realiza campanha contra câncer de colo de útero Município realiza campanha contra câncer de colo de útero

Município realiza campanha contra câncer de colo de útero

quarta, 08 de março de 2017

Além da realização do exame preventivo, haverá intensificação das agendas voltadas à saúde da mulher e vacinação contra o HPV

A secretaria Municipal de Saúde realiza, neste mês, em virtude da comemoração do Dia Internacional da Mulher, celebrado no dia 8 de março, a campanha de prevenção do câncer de colo de útero, com intensificação das agendas voltadas à saúde da mulher, além da vacina contra o Human Papiloma Virus (HPV). O objetivo é proporcionar maior acesso à saúde para as mulheres.

No dia 18 de março, das 8 às 17 horas, será realizada a campanha nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) da região urbana. Também será realizada avaliação das mamas e solicitação de exames de mamografia e ultrassom, de acordo com a necessidade de cada paciente.

Segundo a coordenadora de Saúde da Mulher, da Secretaria Municipal de Saúde, Priscila Colmiran, o momento também será oportuno para a realização das vacinas de HPV para meninas (9 a 14 anos) e meninos (12 a 13 anos), conforme faixa etária preconizada pelo Ministério da Saúde. “Nosso principal objetivo é trabalhar com as mulheres o incentivo ao autocuidado, prevenção, promoção da saúde, diagnóstico e tratamento em tempo oportuno, visando ofertar melhor qualidade de vida a elas”, destacou.

O câncer de colo de útero, considerado um problema de saúde pública, é associado ao vírus do HPV, transmitido comumente pelo contato sexual. Trata-se de um câncer de evolução lenta, mas que se diagnosticado em fase inicial tem alta taxa de cura. A melhor forma de diagnóstico ainda é o exame de citologia oncótica. O exame deve ser feito, preferencialmente, pelas mulheres entre 25 e 64 anos, que têm ou já tiveram atividade sexual.

Prevenção

O câncer de colo uterino é passível de prevenção, por meio do uso de preservativos e da vacinação contra o HPV. Segundo Priscila Colmiran, após o início da atividade sexual a possibilidade de contato com o HPV aumenta progressivamente: 25% das adolescentes apresentam infecção pelo HPV durante o primeiro ano após iniciação sexual e três anos depois esse percentual sobe para 70%.

Município realiza campanha contra câncer de colo de útero - LondrinaTur

Priscila destacou que diante do aumento progressivo, é muito importante a vacinação contra o HPV, antes do início da vida sexual, além do exame preventivo (Papanicolau ou citopatológico), que pode detectar as lesões precursoras. Segundo ela, quando essas alterações, que antecedem o câncer são identificadas e tratadas, é possível prevenir a doença em praticamente 100% dos casos.

Dados

Segundo informações do Instituto Nacional de Câncer (INCA), no Brasil, em 2016/2017, eram esperados 16.340 casos novos de câncer de colo de útero, com um risco estimado de 15,85 casos a cada 100 mil mulheres. É a terceira localização primária de incidência e de mortalidade por câncer em mulheres no país, excluído pele não melanoma. Em 2013, ocorreram 5.430 óbitos por esta neoplasia, representando uma taxa de mortalidade ajustada para a população mundial de 4,86 óbitos para cada 100 mil mulheres.

De acordo com dados do Ministério da Saúde/Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM), em 2016 foram registrados 55 óbitos decorrentes de câncer de mama e 19 devido ao câncer de colo de útero em Londrina. Em 2015 foram 53 por câncer de mama e 21 decorrentes de câncer de colo de útero.

Unidades com agenda de prevenção, fora do dia 18:

•    UBS Selva – terá agenda de C.O. em 11 de março, das 8 às 15 horas.

•    UBS Maravilha – terá agenda de C.O. no dia 11de março, das 8 às 14 horas.

•   UBS Irerê – terá agenda de C.O. no dia 25 de março, das 8 às 14 horas.

•    UBS Jamile Dequech – terá agenda de C.O. no dia 25 de março, das 8 às 14 horas.

Fonte: N.Com