Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
Virada Cultural: agenda online tem atrações para todos os gostos e idades

Virada Cultural: agenda online tem atrações para todos os gostos e idades

Friday, 17 de April de 2020

Filmes, documentários, shows, concertos, clipes, cursos e contação de histórias são alguns dos destaques da vasta programação

Virada Cultural: agenda online tem atrações para todos os gostos e idades

Foto: Divulgação

Durante o período de isolamento social, com a suspensão de eventos culturais e artísticos devido à pandemia do coronavírus, a Agenda Virada Cultural segue disponibilizando uma série de novos conteúdos abertos ao público. A iniciativa da Secretaria Municipal de Cultura, em conjunto com parceiros de Londrina, oferece acesso a uma programação ampla, organizada e totalmente gratuita, levando entretenimento e lazer de qualidade a quem está em casa.

A lista é semanalmente atualizada e conta com atrações diversas, destacando produções, artistas, coletivos e projetos londrinenses, mas também com leque aberto para acervos, cursos e sites nacionais e internacionais. Ainda há uma programação especialmente voltada para as crianças. A agenda atualizada pode ser acessada pelo link https://bit.ly/3bhJh4y . Aqueles que desejam receber o menu por e-mail podem solicitar no contato (43) 3371-6606 (Diretoria de Ação Cultural) ou para [email protected].

O secretário municipal de Cultura, Caio Cesaro, enfatizou que a Virada Cultural é uma alternativa de acesso ao público, que terá a oportunidade de desfrutar a agenda ao assistir, ouvir, ler, estudar e adquirir conhecimentos sem precisar sair de casa. “Neste momento de pandemia, as pessoas devem tentar ficar em suas casas ao máximo. Então, nada mais justo que a cultura vá até elas por meio das plataformas digitais. Londrina é reconhecida por ser um forte polo cultural, e grande parte dessa programação é de projetos que contam ou já contaram com o patrocínio do Programa Municipal de Incentivo à Cultura (PROMIC). Essa também é uma forma de dar visibilidade a estes trabalhos e ampliar o acesso dando retorno à sociedade”, destacou.

Documentários e filmes – O público terá a oportunidade de assistir a diversos documentários, dentre os quais produções locais como “Memórias que não Silenciam”, que fala sobre a censura militar ao Festival Universitário de Londrina, com depoimentos e experiências compartilhadas por diversas figuras locais que viveram este período de repressão e resistência. E também “Dona Vilma”, curta que retrata a vida de Vilma Santos de Oliveira, conhecida como Yá Mukumby, líder e personagem central no movimento negro em Londrina.

A produtora londrinense Kinopus Audiovisual, que possui mais de 60 prêmios nacionais e internacionais, está disponibilizando parte de suas produções realizadas nos últimos anos. São vários curtas-metragens e outros conteúdos gratuitos. Um dos filmes é “Mister H” (2014, 23 min), escrito e dirigido pelo francês Bernard Payen, foi filmado em Londrina, em dezembro de 2013. Trata-se de uma co-produção Brasil (Kinopus) e França (Senso Films), que conquistou dois prêmios na 34ª edição do Festival International du Film d’Amiens, um dos festivais mais tradicionais da França.

Música – O Festival Internacional de Música de Londrina (FIML) disponibiliza uma série de vídeos de concertos e shows de várias edições do evento. Já a Rádio Alma Londrina traz conteúdos radiofônicos produzidos de forma democrática e gratuita, entre notícias, programas, audioteca, web tv e podcasts. E o Projeto Banda Nova Funcart, que completou 10 anos, também conta com várias apresentações de bandas de Londrina e região em seu canal no Youtube. Entre os grupos estão o Octopus Trio, Búfalos D’água, Aminoácido, Etnyah, Sincopaduo e outros.

O público pode aproveitar para conhecer o trabalho musical de vários artistas, muitos deles ligados à Londrina, por meio de diversos vídeos e álbuns disponíveis pela internet. A lista reúne nomes como o compositor, arranjador e multi-instrumentista André Siqueira; o músico Bernardo Pelegrini; o pianista Cristian Budu; e as cantoras Simone Mazzer, Gisele Almeida e Carla Casarim. Tem também materiais separados de várias bandas: Abacate Contemporâneo, Grenade, Caburé Canela, entre outros.

Quem estiver interessado em fazer aulas musicais também terá opções ao alcance, mesmo de casa. A lista reúne aulas de gaita online com os professores Igor Kasuya e Gigo Blues, e de Teoria Musical com Mateus Gonsales, além da Aula Forma Musical, com conteúdos ministrados por Fernando Kozu.

Infantil – Para as crianças, a Virada Cultural tem agenda com histórias e brincadeiras pelas contadoras Dani Fioruci, Edna Aguiar, Luciana Guedes, Marina Bastos e Camila Genaro, e o grupo Cia Kiwi de Jaqueta. O Núcleo Ás de Paus celebra a existência milenar das pernas de pau, com registro em vídeo de brincadeiras e vivências teatrais. A Cia Clac disponibiliza o espetáculo “Berço de Espuma”, entre outros esquetes e apresentações circenses.

Outras opções voltada aos pequenos são os vídeos animados da Turma da Mônica, projeto Baobá – vivências pelo brincar, além dos grupos Tiquequê, Palavra Cantada e Formiga Balão.

Mais atrações – A programação ainda tem conteúdos de vários outros segmentos artísticos e culturais, com espetáculos de teatro, oficinas, palestras, cursos online, literatura, poesia, desenho, acervos de museu, capoeira, música caipira, taikô e sites diversos.

Realização- A Secretaria Municipal de Cultura promove a Virada Cultural juntamente com os Conselhos de Cultura e de Patrimônio Cultural, Comitê Municipal de Economia Criativa, SEBRAE e Arranjo Produtivo Local do Audiovisual de Londrina (APL do Audiovisual).

Fonte: N.Com