Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
Revitalização do Bosque Central avança com aberturas de corredores internos Revitalização do Bosque Central avança com aberturas de corredores internos

Revitalização do Bosque Central avança com aberturas de corredores internos

Wednesday, 17 de March de 2021
Categoria:


Equipes continuam executando serviços por toda a parte interna do local; espaço terá novas áreas de lazer, passeio e atividades físicas, além de iluminação moderna

No Bosque Central “Marechal Cândido Rondon”, um dos mais tradicionais patrimônios públicos de Londrina, o cenário de transformação já começa a ficar mais perceptível para quem passa por essa região. As obras de revitalização que a Prefeitura está executando no local começaram há um mês, e os trabalhos no interior do bosque prosseguem com operários e máquinas espalhados em diferentes frentes de ação.

Com prazo de quatro meses para a entrega, a população ganhará, em breve, um ambiente renovado para passear e usufruir das novas áreas de lazer, caminhada e prática esportiva que o espaço fornecerá. O projeto busca preservar os elementos naturais do local, além de favorecer a circulação e permanência das pessoas, para que elas possam voltar a frequentar o bosque com segurança, tranquilidade e conforto. O investimento da Prefeitura será de R$ 2,5 milhões, aproximadamente.

Após os serviços iniciais de capina de mato, limpeza de terreno, retirada de alambrado e outras preparações, as equipes de trabalho fizeram a remoção dos mobiliários, como bancos, mesas e outras estruturas. No momento, está sendo finalizada a demolição de pisos e calçadas.

Estão em andamento os procedimentos para nivelação de terra, delimitações de trajetos e implantação dos novos corredores de passagem pública internos. Alguns desses caminhos já começaram a receber serviços de compactação do piso, que precisa ter brita aplicada para, depois, ganhar o pavimento em concreto. Em trajetos antigos já existentes, o processo é de readequação do piso para a revitalização dos trechos mais degradados.

Segundo o secretário municipal de Planejamento, Orçamento e Tecnologia, Marcelo Canhada, a obra será entregue para mudar o panorama da área central de Londrina. “A ideia é dar uma nova cara ao espaço, tornando-o um lindo cartão postal da nossa cidade. Os trabalhos estão evoluindo de forma muito positiva. A parte antiga está sendo removida e os novos corredores começam a surgir, bem como a base para o novo sistema de iluminação que será todo em LED. O bosque é patrimônio histórico e sentimental de Londrina, e as pessoas merecem um lugar bonito, agradável e seguro para descansar, ter seu lazer e realizar seus exercícios”, disse.

Em outras etapas, após a conclusão do piso e calçadas, a parte interna receberá a execução das novas pistas de caminhada, corrida e bicicletas, o circuito pet, parquinho e pista de skate. A quadra esportiva também será recuperada e contará com novas traves, pintura e outras correções. As obras nas calçadas externas, que circundam o Bosque Central, também começarão mais à frente.

Uma rota está sendo mantida livre para as pessoas poderem continuar percorrendo o corredor central do bosque, no prolongamento da rua Piauí, entre as avenidas São Paulo e Rio de Janeiro.

A realização da obra ocorre por meio da empresa San Pio Construtora Eireli, contratada via licitação. As fiscalizações são responsabilidade da Secretaria Municipal de Obras e Pavimentação.

Iluminação – Outra frente de trabalho, conduzida pela Sercomtel Iluminação, está focada na execução das valetas que receberão fiação elétrica para instalação do novo sistema de iluminação LED do Bosque Central. O terreno já vem sofrendo intervenções para essa finalidade. No início da obra, já tinham sido realizados trabalhos de limpeza e manutenção das 84 luminárias ornamentais que ficam nas calçadas externas da área. O projeto geral está orçado em R$ 410 mil.

As melhorias incluirão a substituição integral das lâmpadas existentes e ampliação da iluminação com instalação de 48 novos postes de cinco metros de altura, 42 projetores e mais três postes de 12 metros de altura em sua área central. Entre os postes a serem implantados, estão modelos metálicos de 5 metros, com luminárias na forma de “pétalas”, cujas lâmpadas são inacessíveis aos pombos. Outra novidade serão projetores no padrão RGB, para a realização de eventos e a composição de um espaço para food trucks.

N.com/Fotos: Vivian Honorato