Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
Professores lançam Agente Inteligente para combater as fake news sobre o coronavírus

Professores lançam Agente Inteligente para combater as fake news sobre o coronavírus

Tuesday, 14 de April de 2020

Divulgação/AI

Professores e servidores da UEL lançaram esta semana um site interativo para sanar dúvidas e difundir fatos reais a respeito do novo coronavírus, combatendo o efeito nocivo de notícias falsas (fake news). Trata-se de um Agente Inteligente, como definem os idealizadores, organizado a partir de uma base de dados confiáveis. O site pode ser acessado no endereço coronaai.uel.

O coordenador do projeto, professor Sylvio Barbon Júnior, do Departamento de Computação, co Centro de Ciências Exatas (CCE), explica que as informações foram amparadas em fontes fiéis disponibilizadas pelo Ministério da Saúde e que constam no Manual Perguntas e Respostas COVID-19, utilizado no Disque Corona, uma iniciativa da Prefeitura de Londrina e da Pró-reitoria de Extensão, Cultura e Sociedade (PROEX). O manual tem 66 páginas e aborda dados como sinais e sintomas, cuidados no domicílio, medicamentos, saneantes e antissépticos, além de cuidados necessários para os serviços funerários.

O site oferece a possibilidade do próprio internauta fazer o questionamento. A resposta será dada de forma organizada, inclusive convidando o interessado a se aprofundar pesquisando em outros endereços, de acordo com o assunto. Dessa forma é possível obter informações sobre temas importantes para o controle do vírus como o uso de máscara, como tratar os pets durante o período de isolamento e a utilização de álcool gel.

O coordenador destaca a seção criada especialmente para combater as fake news sobre a pandemia, que nada ajudam no combate à doença, muito pelo contrário, trazem prejuízos à saúde a partir de informações falsas e irreais. Ele explica que esta seção reúne cerca de 150 notícias falsas conhecidas sobre a pandemia. “Estamos tentando pedagogicamente eliminar a difusão do fake news”, orienta.

Além do professor Sylvio, o projeto contou com a colaboração do pesquisador Hugo Queiroz Abonizio, também do Departamento de Computação e Eduardo Henrique Giroto, estagiário Iniciação Científica. Entre os demais profissionais convidados estão o professor Alberto Durán González, do Departamento de Saúde Coletiva, Sérgio Henrique Gerelus, Coordenador de Comunicação da UEL, Arthur Eumann Mesas, do Centro de Estudos Sociosanitarios da Universidade de Castilla-La Mancha, Renne Rodrigues, Departamento de Saúde Coletiva e Ana Paula Ayub da Costa Barbon, do Departamento de Medicina Veterinária da UNIFIL. Também atuaram no projeto os profissionais de TI, Wellington Cardador e Leonardo Pinheiro, da Assessoria de Tecnologia da Informação (ATI) da UEL.

Fonte: Agência UEL/Pedro Livoratti