Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
no meio do caminho tinha uma pedra, pega e joga. no meio do caminho tinha uma pedra, pega e joga.

no meio do caminho tinha uma pedra, pega e joga.

Friday, 30 de January de 2015
Categoria: noticia

chegando ao fim do primeiro mês de 2015.
aprendi coisas boas até agora.
primeiro estou convencido de que todos aqueles que pensam um dia  em escrever bem, não somente escrever, é escrever bem, devem ter um livro do rubem fonseca na estante.

aprendi também que eu não tenho nada a ver com a polêmica jogada de dinheiro que a secretária do roberto carlos deu no tim maia e que escuto os dois de
qualquer forma, e sim, arremessem as pedras, betão me toca mais que o síndico.

por fim, a minha liberdade de expressão está ligada totalmente com a minha liberdade de impressão, pois a liberdade não está ligada ao meu nível intelectual ou engajamento profundo sobre tal assunto. sendo assim eu só posso ter impressão quando não tenho certeza total. quando não tenho certeza total, eu construo maquiavelicamente um pré-conceito, até que inconscientemente. sendo assim ter liberdade de expressão é ter preconceito também, independente do nível. sendo assim defendo-me sem “je suis blá blá blá”, a garantir minha liberdade de expressão. vivas e glória nas alturas por meu preconceito. agora sim, atire a pedra quem não tem tal pecado.

destemidamente convoquei-me a montar um guarda-roupas de portas de correr. perfurei o coitado com todos parafusos possíveis, foi meu são sebastião transpassado por flechas. não ficou bom. tortinho como a casinha do charlie em a “fantástica fábrica de chocolate”, do burton.
dias depois com o filho-da-mãe quase a despencar tive que pensar como enjambrar as partes frouxas. precisava de calços, precisava de remendos e preenchimentos de lacunas. peguei um punhado de papel sulfite digitados com contos que escrevi, aqueles que não ficaram mil maravilhas, e comecei os reparos.
deu tudo certo, as portas estão correndo, as gavetas flexionando sem quedas e cada peça de roupa no seu lugar.
concluindo a situação 1: escrevo como um montador de guarda-roupas, monto guarda-roupas como um escritor.
concluindo a situação 2: parei de enviar originais para editoras, o destino agora é casas bahia, lá sim eles terão alguma utilidade.
segura a pedra não, vai lasca ela na fronte do coitado aqui.
até