Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
Médicos atendem casos suspeitos de COVID-19 via plataforma online

Médicos atendem casos suspeitos de COVID-19 via plataforma online

Tuesday, 05 de May de 2020

Foto: Ilustrativa

Médicos de municípios da macrorregião Norte do Paraná, composta por 97 cidades, que estejam atendendo caso suspeito de COVID-19, em qualquer serviço da rede pública de saúde, e que desejarem discutir o caso com uma equipe médica do HU/UEL, para definir qual a melhor conduta, terão uma ferramenta online disponibilizada por meio do Núcleo de Telemedicina e Telessaúde do Hospital Universitário da UEL (NTT/HU/UEL), denominada de Programa de Telemedicina e Telessaúde para o Enfrentamento da Pandemia causada pelo coronavírus COVID-19 (PTEC).

O coordenador do NTT/HU, médico pneumologista Olavo Franco Ferreira Filho, destaca que o atendimento online se dará por meio da geração de um link, com horário previamente agendado, onde será possível dar suporte técnico assistencial ao médico visando a qualificação do cuidado prestado pelo mesmo e a otimização da triagem dos casos a serem referenciados aos Centros de Regulação de Pacientes Municipal e Estadual. “O atendimento será oferecido na modalidade de teleinterconsulta que é utilizada exclusivamente para troca de informações e opiniões entre médicos, visando auxílio diagnóstico e terapêutico, salvaguardando a confidencialidade dos casos”, explica.

O atendimento será prestado por dois médicos ao menos (clínica médica, cirúrgica, entre outros), profissionais esses que foram capacitados no HU/UEL por meio de cursos específicos disponibilizados na Plataforma Paciente 360.

Funcionamento – O atendimento está disponível a partir desta segunda-feira (4), de segunda-feira a sexta-feira, das 7 às 18 horas. O médico solicitante deverá acionar o PTEC por meio de solicitação feita por whatsapp do NTT/HU.

A partir daí será necessário fornecer alguns dados, e então será agendado um horário de atendimento. O médico solicitante receberá um link e poderá discutir o caso com os médicos do HU/UEL por chamada de vídeo, áudio, chat ou outros meios disponíveis na plataforma. “A teleinterconsulta será feira por chamada de vídeo ou áudio, por meio de celular, tablet ou computador com acesso à internet, wifi ou 4G, com microfone e câmera ou apenas um microfone “, detalha o coordenador lembrando que resultados de exames poderão ser anexados durante o atendimento para uma melhor discussão do caso.

A macrorregião norte é composta por municípios das 16ª, 17ª, 18ª, 19ª e 22ª Regional de Saúde. Segundo a superintendente do HU/UEL Vivian Feijó, “com o PTEC o HU/UEL espera contribuir no esforço conjunto de todos os profissionais e serviços de saúde, na potencialização da assistência prestada aos pacientes suspeitos e confirmados da infecção por coronavírus, de maneira a preservar a vida das pessoas com qualidade e eficiência “.

Fonte: Agência UEL