Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
Jogos Escolares definem sedes para regionais Jogos Escolares definem sedes para regionais

Jogos Escolares definem sedes para regionais

Tuesday, 02 de April de 2013
Categoria:

A Secretaria de Educação e a
Secretaria do Esporte divulgaram nesta segunda-feira (01/04) as cidades que vão
sediar as fases regionais dos Jogos Escolares do Paraná. Na edição de número
60, os JEP’s serão realizados nas fases municipais, de responsabilidade dos
municípios, regionais, macrorregionais e finais, essas de responsabilidade do
Governo do Estado.

A primeira data de regionais será de 26 de abril a 02 de maio nas cidades de
Vera Cruz do Oeste (NRE Cascavel), Cianorte (NRE Cianorte), Cornélio Procópio
(NRE Cornélio Procópio), Capanema (NRE Francisco Beltrão), Ubiratã (Goioerê),
Rebouças (NRE Irati), Ivaiporã (NRE Ivaiporã), Ribeirão do Pinhal (NRE
Jacarezinho), Querência do Norte (Loanda), Marialva (NRE Maringá), Castro (NRE
Ponta Grossa), Santa Helena (NRE Toledo), Sengés (NRE Wenceslau Braz). A única
sede indefinida para esta data é do NRE de Londrina.

Para a segunda data da regional que está prevista para acontecer de 20 a 26 de
maio, serão 17 regionais: Arapongas (NRE Apucarana), Colombo (NRE AM Norte),
Rio Negro (NRE AM Sul), Assis Chateaubriand (NRE Assis Chateaubriand), Mamborê
(NRE Campo Mourão), Nova Prata do Iguaçu (NRE Dois Vizinhos), Itaipulândia (NRE
Foz do Iguaçu), Siqueira Campos (NRE Ibaiti), Rio Bonito do Iguaçu (NRE
Laranjeiras do Sul), Paranaguá (NRE Paranaguá), Nova Esperança (NRE Paranavaí),
Palmas (NRE Pato Branco), Nova Tebas (NRE Pitanga), Telêmaco Borba (NRE
Telêmaco Borba), General Carneiro (NRE União da Vitória). Para a segunda
regional ainda faltam definir as sedes dos NRE’s de Guarapuava e Umuarama.

O 32º Núcleo Regional de Educação é o de Curitiba, que tem uma particularidade,
pois congrega as escolas e colégios da capital e a fase municipal equivale à
fase regional. A competição está prevista para acontecer de 10 a 16 de maio.

Algumas das sedes das fases macrorregionais também estão definidas. A macro que
reúne os NRE’s de Francisco Beltrão, Laranjeiras do Sul, Pato Branco e Dois
Vizinhos será em Pérola do Oeste. Já a cidade de Wenceslau Braz sediará a
competição entre os representantes dos NRE’s de Cornélio Procópio, Ibaiti,
Jacarezinho e Wenceslau Braz. A fase macrorregional acontece de 05 a 09 de
junho.

A inovação que deu certo vai continuar em 2013. A separação das finais da
categoria A e B já está confirmada. A final dos atletas de 12 a 14 anos será em
Guarapuava de 28 de junho a 06 de julho. Já a final dos atletas de 15 a 17 anos
tem data, de 09 a 17 de agosto, mas sem sede definida ainda.

Além deste calendário que congrega as modalidades tradicionais dos Jogos
Escolares: futsal, basquetebol, handebol, voleibol (coletivas), que acontecem
em todas as fases, há ainda as modalidades que acontecem nas fases
macrorregionais (vôlei de praia), e as que aparecem somente nas fases finais,
que são as modalidades individuais, com exceção do atletismo. Para o segundo
semestre e com o término em dezembro, haverá o Jogos Escolares Bom de Bola, na
modalidade de futebol.

Com calendário já definido, os rumores de um possível boicote aos jogos por
parte dos professores de educação física, em razão da redução da carga horária
da disciplina na grade escolar pública estadual, fez o governador Beto Richa
determinar um estudo na Secretaria de Educação para resolver o problema. O
anúncio de que a situação dos professores de educação física seria revista foi
feita no Encontro de Gestores Públicos do Esporte do Paraná há uma semana em
Foz do Iguaçu.

Segundo o secretário Evandro Rogério Roman, a equipe da Secretaria do Esporte
realiza a competição, mas quem determina as regras e o formato é a Secretaria
de Educação: “Nós estamos preparados, capacitando servidores,
colaboradores, para que esta festa esportiva seja realizada com o respeito que
merece. Tratar da expectativa esportiva de uma criança é um assunto muito sério
e a sensibilidade do governador Beto Richa falou mais alto, tanto que
determinou a revisão da situação dos professores. Porém, os profissionais de
educação física também precisam se sensibilizar com a expectativa cortada. Eu
quero crer que isso vai ser um estímulo para buscarmos mais espaço para o
esporte.”

Fonte: COM/SEES – Jandrey Vicentin