Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
Dicas para quem vai viajar de moto pela primeira vez Dicas para quem vai viajar de moto pela primeira vez

Dicas para quem vai viajar de moto pela primeira vez

Monday, 14 de September de 2020
Categoria:

Equipamentos de proteção e documentos são itens indispensáveis para quem planeja viajar sobre duas rodas

Dicas para quem vai viajar de moto pela primeira vez

Ilustrativa

A pandemia do novo coronavírus afetou o estilo de vida que todos os brasileiros mantinham antes da chegada da doença, em meados de março. Com o avanço de casos e a manutenção da alta taxa de contágio, a população encontrou alternativas para seguir com os planos de viagens, mas sem tanta exposição como nos aviões ou ônibus estaduais.

Há indicativos de que a retomada ensaiada do turismo aconteça, mas desta vez as viagens de moto entre locais próximos ganham destaque. Na visão de especialistas, a população pode apresentar receio de trajetos mais longos ou com o compartilhamento de espaço com desconhecidos durante alguns meses.

De acordo com a Organização Mundial do Turismo (OMT), as chamadas bolhas regionais – viagens entre países que dividem as fronteiras ou estados próximos – serão as mais procuradas de agora em diante, já que ainda há o fato de que muitas fronteiras permanecem fechadas e, provavelmente, só abrirão após a distribuição da vacina.

“O que mais se configura no mundo são as bolhas, por exemplo, entre a Austrália e a Nova Zelândia e entre os países bálticos”, explica Luiz Gonzaga Godoi Trigo, professor do curso de Lazer e Turismo da Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo (USP).

Ainda que as viagens de motocicleta sejam mais solitárias que as de avião ou ônibus, elas exigem uma série de cuidados e um nível de atenção redobrado. Veja algumas dicas para viajar tranquilamente sobre duas rodas.

Planejamento é essencial

Assim como todos os outros deslocamentos, é importante saber para onde vai e qual o melhor trajeto para isso. Lembre-se de que o caminho percorrido com a moto nem sempre é dos melhores, com bom sinal de internet ou a disponibilidade de hotéis e postos de gasolina a todo momento. Por isso, para não ter surpresas, é bom conhecer o percurso pelo qual a viagem será feita.

Para isso, é essencial pensar em duas coisas: a rota e a acessibilidade. Na fase da elaboração da rota, as estradas que serão percorridas devem ser traçadas, assim como os dias necessários para chegar ao destino e a possibilidade de passar algumas horas em um hotel.

Na parte da acessibilidade, é importante pensar se há sinal de internet ou de telefonia ou se a bateria do celular aguenta de um ponto a outro para eventuais imprevistos.

Veja as condições da moto

Antes de qualquer viagem, fazer uma revisão no veículo é importante para garantir a segurança, mesmo que uma última checagem tenha sido realizada há pouco tempo. Isso porque algum problema pode ter surgido desde esse momento e, com ela, os pneus, faróis, lanternas, painéis, setas, entre outros componentes do veículo serão vistos e analisados por um profissional.

Leve equipamentos de segurança

Nunca viaje sem equipamentos de proteção. Roupas adequadas para pilotar, capacete AGV, calçados fechados e luvas são ideais para proporcionar mais segurança aos viajantes. Se possível, leve um kit de primeiros socorros para ajudar em possíveis necessidades.

Separe as roupas

Com a variação de temperatura pelo Brasil, é sempre bom conferir a previsão do tempo para os locais onde você passará antes de escolher quantas e quais peças levar. É importante fazer isso antes de sair para evitar levar roupas inadequadas ou ocupar muito espaço no bagageiro da moto.

Fonte: Conversion