Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
5ª Semana de Arte Urbana do SESI começa nessa quarta-feira 5ª Semana de Arte Urbana do SESI começa nessa quarta-feira

5ª Semana de Arte Urbana do SESI começa nessa quarta-feira

Tuesday, 02 de April de 2019

De 03 a 06 de abril o SESI/AML recebe várias atividades gratuitas

A quinta edição da Semana de Arte Urbana do SESI/AML abre nesta quarta-feira (03), às 19h, com a exposição coletiva PLANO DE FUGA. A mostra conta com os artistas locais e pela primeira vez, interestaduais. Os artistas são: Alexandre Makiolke, Camila Melara, Carolina Moraes (Ourinhos-SP), Coletivo Caroço (LND-POA), Edson Vieira, Elke Coelho, Gabriel Bonfim, Karina Rampazzo, Maikon Nery, Pablo Blanco, Priscila Johnson, Silfarlem Oliveira (Vitória-ES) e Thais Arcangelo.

Durante a abertura, o artista Silfarlem Oliveira estará no espaço realizando a ação “Dos Vadios Vagos”, que consiste na disponibilização de crachás para distribuição aos participantes/visitantes do evento. O crachá em uma de suas faces (parte que fica a mostra) contém duas palavras – “ocupado/desocupado” – que poderão ser manipuladas (invertida a posição) pelos participantes e, em seu verso, uma “indicação de uso”. Nessa ação, elementos como o vazio, o não trabalho, o parado, o desocupado, são tomados como ocupações que não correspondem a uma normatização do corpo e do espaço. De quem é a propriedade, de quem é o espaço (des)ocupado? E a ação dos corpos, a quem pertence?

O permeia está quinta edição da SAUS é, justamente, o olhar para os processos múltiplos, atentando aos diálogos invisíveis, aos encontros visíveis, aos lugares de escuta e de reconhecimento da alteridade, afim de que o desejo artístico não seja somente uma via de mão única, muito menos um privilégio do discurso. Para que traga à tona guias de proximidade, manifestações, invenções e intervenções, que ao serem vistas coletivamente e em sua totalidade, possam nos apontar para um possível plano de fuga.

Já na quinta-feira (04), as 19h30, Silfarlem Oliveira, apresenta a conversa aberta “Falação – um conto de vista dentro de um plano de fuga”. Para o artista pesquisador, doutorando em Artes Visuais na PPGAV-UDESC, uma falação é tanto uma fala como ação quanto uma fala como sobreposição de vozes. Sua pesquisa reflete sobre proposições artísticas contemporâneas vinculadas à noção de experimentação e participação.

Em seguida, João de Carvalho apresenta pela segunda vez a Videotecagem urbana, proporcionando uma hora de videoclipes imersos na pura poesia forjada no ritmo das ruas.

Na sexta-feira (05), a programação tem inicio as 19h, com a Cia. Londrinense Hemostasia, que apresenta a performance R E P U L S A – poéticas da sabotagem. A performance foi construída a partir da relação com discursos sagrados e o deslocamento desses discursos para o contexto dos rejeitos corporais como impulso para a ação, assim, relacionando-se diretamente com o conceito de terrorismo poético, uma vez que este pode significar e ocasionar, entre outras coisas, a desconstrução de certos discursos até então naturalizados e consagrados como verdadeiros.

Na sequência tem apresentação do grupo Improvisório VI, conjunto de livre improvisação, que traz à tona o choque e a dança, entre o consciente e o inconsciente. Sons brotados do jogo entre saxofones, piano, contrabaixo e guitarra, num jogo espontâneo e imediato, onde o único adversário é o hábito, a única inquietação é o convencional, e o único limite, é o instante.

O encerramento da SAUS, acontece no sábado (06), das 13h as 19h, com uma feira de impressos, que reúne artistas visuais e gráficos locais, que produzem em diversos meios e técnicas. Este espaço é fundamental para que os participantes possam apresentar e comercializar seus trabalhos. A feira conta com Adriana Siqueira, Astronave de papel, Beto Cartuns, Coletivo Coisa Brava, Daniele Stegmann, Felipe Mattos, Grafatório Edições, Hígor Mëjia, Levemeleve e Resistência Gráfica.

E as 17h30, acontece o show com a Família Estranha, na calçada do SESI. A mistura dessa família transita principalmente entre o bluegrass, folkmusic, rockabilly e o pop, com a estranheza intencional do grupo que faz toda diferença.

Serviço:

03/04 – 19h00 – Abertura: exposição coletiva PLANO DE FUGA

04/04 – 19h30 – Conversa aberta “Falação – um conto de vista dentro de um plano de fuga” com Silfarlem Oliveira e Discotecagem urbana com João de Carvalho – 20h30 as 21h30

05/05 – 19h00 – – Cia. Hemostasia – com a performance R E P U L S A – poéticas da sabotagem e Apresentação do grupo Improvisório VI – 20h00 as 21h00

06/04 – 13h as 19h00 e Show com The Weird Family –17h30 as 18h30