Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
Pé Vermelho Rugby Pé Vermelho Rugby Pé Vermelho Rugby

Pé Vermelho Rugby

Monday, 31 de August de 2015
Categoria:

HISTÓRIA

A história do time pode ser dividida em três fases: Londrina-Sanja, time universitário e time pé-vermelho. A equipe do Pé Vermelho Rugby (antigo Londrina Rugby) foi fundada no ano de 2001, quando dois jogadores do São José Rugby e da Seleção Brasileira, Henrique Dantas (Famoso) e Antônio Luiz Gomes Morgado de Abreu (Tunico), vêm a Londrina cursar Ciências do Esporte na Universidade Estadual de Londrina. Aqui eles conhecem Henrique Horta, também de São José dos Campos, que fazia veterinária na UEL.

O time começa como uma brincadeira de amigos nos finais de semana, para continuarem a praticarem o esporte que amam, com uma média de 4 a 6 praticantes aos finais de semana em parques e praças públicas. Assim começa a se desenhar um time, a partir disso a brincadeira fica séria, e o time passa a treinar técnicas de passe, tackles, ruck e todos os fundamentos do rugby. A partir de 2003 o time começa a treinar não só aos domingos, mas também durante a semana e vai em busca de amistosos e torneios menores para participar e difundir o esporte.

No início, a equipe se restringia a disputar jogos nas modalidades 7″ side e 10-a-side, devido ao número restrito de atletas envolvidos, mas devido à experiência dos atletas-fundadores e da rápida aprendizagem dos demais jogadores, a equipe obteve alguns resultados positivos, o que começou a atrair mais interessados.

Por volta de 2005, a equipe contava com cerca de 20 a 25 atletas, e alguns dos jogadores mais antigos já haviam deixado o clube para retornarem às suas respectivas cidades, por exemplo o Tunico, enquanto uma nova safra de atletas começava a participar intensivamente dos treinos.

Em 2008 começam a ocorrer várias mudanças essenciais, que não irão se concretizar a curto prazo, mas vão ajudam o time a se solidificar, e atualmente, construir cada vez mais resultados significativos, duas mudanças importantes que ocorrem são: o retorno de um dos fundadores do time, William Heckler, que volta a residir em Londrina, outro fator é que atletas naturais da cidade começam a se interessar e frequentar os treinamentos. A partir dessa base que foi se construindo, o time conseguiu criar maior identidade local, passando de time universitário para time local.

No ano de 2009, continua a renovação e aumento gradativo do time, sendo que o elenco contava com 12 novatos de um total de 18 jogadores. Ainda assim, nesse ano, o time obtém o vice-campeonato Paranaense. Ainda em 2009, no mês de setembro, o Londrina Rugby foi até Presidente Franco no Paraguai para participar de um amistoso contra o time da casa; mesmo sofrendo uma derrota, foi um importante passo para o crescimento do time. Como última participação em campeonato no ano de 2009, o Londrina Rugby vai a Presidente Prudente participar do campeonato de Sevens, jogando contra times de vários estados do país, e o time obtém o 3º lugar.

Em 2010 quatro do jogadores juvenis – Gabriel Assis, Luis Guilherme Henriques, Luis Gustavo Debertolis e Marco Antonio Bianchini – foram para a Seleção Paranaense. Destes jogadores, dois deles (Luis Guilherme Henriques e Marco Antonio Bianchini) foram treinar com a Seleção Brasileira.

Atualmente o time participa do Campeonato Paranaense de Rugby, da Taça John Swann (Campeonato Paranaense de Sevens), Jogos Abertos do Paraná, e algumas etapas da LOPAR (Liga do Oeste Paulista de Rugby) como convidado. Em 2012, pela primeira vez a equipe irá disputar a Copa do Brasil de Rugby pela vaga do Paraná, graças ao vice-campeonato Paranaense.

No ano seguinte disputou o campeonato paranaense, participou
da etapa catarinense do Campeonato Sul-Brasileiro onde conquistou o quinto
lugar, além de participar como convidada da etapa paranaense do Supersevens
(Circuito Brasileiro de Rugby Sevens Feminino).

Na etapa de São José dos Pinhais do campeonato brasileiro de
Rugby, a equipe feminina seven (sete para cada lado) teve a oportunidade de
jogar contra as melhores equipes do país, ficando na 12° colocação. Atualmente
o time feminino possui 15 jogadoras.

Em 2013 o Londrina Rugby criou uma equipe infantil, que
contava com mais de 20 meninos entre 10 e 13 anos, com o objetivo de preparar
futuros jogadores para o clube, sendo uma categoria de base, além de divulgar o
esporte. Porém, por falta de atletas e estrutura, a categoria infantil não
existe mais.

Houve então a criação de uma categoria juvenil, que possui
atletas de 14 a 19 anos. O objetivo desta categoria é formar jogadores para
atuar na seleção estadual de Rugby Juvenil. Hoje tem aproximadamente 20
atletas.

O clube criou as categorias de base visando incluir a
sociedade em geral, os pais e os familiares dos atletas no esporte, além de
contribuir para a formação de novos jogadores.

Em abril de 2013 a Câmara de Vereadores de Londrina
promulgou a lei nº11.835 que deu ao Londrina Rugby o título de utilidade
pública, como forma do clube gerar assistência ao município, por meio de ações
sociais e preservação do local de treino, que pertence à Prefeitura de
Londrina.

NOVA MARCA

A marca e o nome do clube estão em processo de mudança desde
2013. O clube mudará seu nome de Londrina Rugby para Pé Vermelho Rugby, com a
intenção de criar uma identidade maior com a cidade e a região norte do Paraná,
buscando também um apoio maior de empresas privadas e do poder público,
contribuindo assim para o crescimento do esporte na região. A nova marca
proposta pelo clube representa o vermelho de nossa terra, não só da cidade de
Londrina, mas abrangendo as cidades vizinhas.

Endereço

Aterro do Lago Igapó. Londrina, PR, - , - PR - CEP: