Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
Previna-se contra as doenças transmitidas pelo Aedes Previna-se contra as doenças transmitidas pelo Aedes

Previna-se contra as doenças transmitidas pelo Aedes

Wednesday, 10 de February de 2016
Categoria:

Além da eliminação dos focos de mosquito, outros cuidados são muito importantes. Confira.

 

A epidemia de infecções virais, potencialmente graves, relacionados ao Aedes aegypti, como o Zica vírus e Shikunguia, juntamente com a epidemia de Dengue, tem sido preocupação constante de gestantes ou de mulheres que planejam engravidar.  O registro crescente do número de casos de microcefalia, possivelmente associados ao Zica – vírus identificado pela primeira vez no Brasil em 2015 – tem sido o maior motivo de alerta.

Para se ter uma ideia da gravidade da situação, a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou, no último dia 1, Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional (ESPII) com relação a possível associação do Zica Vírus com a microcefalia. Isto significa que a OMS reconheceu a dimensão do problema, e esta declaração deve facilitar a busca de parcerias em todo o mundo, reunindo esforços de governos e especialistas para enfrentar a situação.

No entanto, enquanto aguardamos orientações de enfrentamento ao problema, devemos tomar alguns cuidados. A farmacêutica Kenia Bennemann orienta: “além das medidas de controle dos focos criadores (água parada), a gestante deve se proteger contra a picada do inseto com a utilização de roupas compridas, telas nas janelas e o uso de repelentes químicos, que é um importante aliado”.

De acordo com o Ministério da Saúde, são três os princípios ativos de repelentes aprovados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e que podem ser comercializados no Brasil; o DEET é um deles. DEET é o nome dado ao composto dietiloluamida, que é um ativo eficaz na repelência de insetos. Ele interfere nos receptores sensoriais dos mosquitos, desorientando-o e impedindo que ele pouse na pele.

No entanto, o próprio Ministério da Saúde afirma que nem todos os repelentes podem ser utilizados em crianças, pois a pele delas tem maior absorção de substâncias tóxicas. No entanto, o DEET é um repelente que pode ser aplicado em crianças, a partir de dois anos de idade, respeitando a concentração do princípio ativo para cada faixa etária.

De acordo com a farmacêutica, no Brasil, o DEET é um produto liberado para ter 15% de concentração para gestantes e adultos, e 9% para o uso infantil. E o período de ação do produto é de seis horas para adultos, e duas horas para crianças.

Na Farmácia de Manipulação Passiphlora, você pode encontrar o produto na forma de loção (creme) ou spray, de fácil aplicação e com secagem rápida. A maior vantagem é que você pode encomendar a quantidade que quiser, conforme sua necessidade. Além disso, por ser manipulado, é bem mais barato que em outras farmácias.

A Passiphlora tem medicamentos personalizados feitos, especialmente, para você. Faça algo muito importante por você e sua família. Proteja-se!

Orientações básicas:

– não aplicar nas mãos de crianças.

– não aplicar na boca, nariz, genitais ou próximo aos olhos.

– Lavar as mãos depois do uso.

Redação Londrinatur/Ruthe Oliveira

Mais detalhes:

Informações adicionais: Passiphlora Farmácia de Manipulação Professor João Cândido, 771 Fone: 3024-6464 E-mail: [email protected] Farmacêutica responsável: Kenia Bennemann - CRF 15.550