Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
Porque rangemos os dentes? É um distúrbio grave? Porque rangemos os dentes? É um distúrbio grave?

Porque rangemos os dentes? É um distúrbio grave?

Thursday, 19 de July de 2012
Categoria: noticia

O rangimento de dentes, conhecido como bruxismo, é um distúrbio caracterizado por movimentos de deslizamento extremamente fortes da mandíbula (maxilar inferior) que provocam o atrito dos dentes inferiores com os dentes superiores, gerando um barulho estridente bem característico. Este distúrbio ocorre principalmente à noite durante o sono, mas também pode ocorrer enquanto acordados.

A causa do bruxismo é difícil de ser corretamente diagnosticada porque depende de cada indivíduo, mas acredita-se que está relacionada com fatores que causam estresse psicológico, ou seja, as pessoas acabam descarregando nos dentes toda a tensão, insatisfação, tristezas, angústias e raiva que vivemos no cotidiano e na maioria das vezes de forma inconsciente e involuntária, durante o sono.

Pode-se considerar esse distúrbio grave porque pode trazer seqüelas graves, entre elas desgastes dentais severos, fraturas dentárias e de próteses, dores em face, cabeça, pescoço e articulação, além de desgastes na articulação mandibular.

O tratamento para as seqüelas deixadas pelo bruxismo pode muitas vezes ser difícil ou até mesmo limitado nos casos mais avançados, podendo não alcançar os resultados esperados. Varia desde um tratamento conservador através de placas relaxantes musculares; tratamentos reabilitadores nos casos de desgastes ou fraturas dentárias; ou até mesmo tratamentos cirúrgicos nos casos de desgastes da articulação mandibular.

Um profissional qualificado é de extrema importância no tratamento das seqüelas e na diminuição dos danos causados pelo rangimento de dentes. No entanto, previnir o rangimento é essencial. E para isso é necessário que cada indivíduo encontre a causa das tensões psicológicas que podem estar provocando esse distúrbio e elimine-as do seu cotidiano, tarefa que não é simples e muitas vezes requer auxílio profissional.

Prof. Dr. Marcos Heidy Guskuma