Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
Município investe em fundo de crédito para micro e pequenas empresas

Município investe em fundo de crédito para micro e pequenas empresas

Monday, 01 de June de 2020

Com saldo final de R$ 50 milhões, valor será revertido em garantia para empréstimos financeiros de até R$ 170 mil

Foto: Vivian Honorato

Dentro do plano de medidas econômicas que a Prefeitura de Londrina está aplicando para suporte financeiro às empresas de menor porte, o prefeito Marcelo Belinati assinou, nesta segunda-feira (1º), o Convênio de Cooperação Técnica e Financeira com a Sociedade de Garantia de Crédito do Norte do Paraná (Garantinorte-PR). A medida possibilita ao Município injetar R$ 5 milhões no Fundo Garantidor de Crédito, que podem ser revertidos em um saldo de até R$ 50 milhões para empréstimos.

A intenção é que as instituições financeiras, credenciadas pela Garantinorte-PR, tenham mais facilidade para emprestar dinheiro aos micro e pequenos empresários, aos vendedores ambulantes em situação regular e aos Microempreendedores Individuais (MEIs) instalados em Londrina. Isso porque, o recurso investido pelo Município servirá como garantia para o financiamento.

Foto: Vivian Honorato

Durante a assinatura do acordo, Marcelo Belinati explicou que a intenção é ajudar os pequenos empresários de Londrina, visto que devido à pandemia, causada pelo novo coronavírus, já são cerca de 40 milhões de pessoas desempregadas no mundo e quase 70 mil empresas paranaenses fecharam suas portas. “O aporte de R$ 5 milhões para a Garantinorte pode gerar até R$ 50 milhões de crédito para o pequeno empresário londrinense. Isso vai ampará-los e vai ajudar a preservar o emprego de muita gente. É o maior aporte financeiro feito por uma Prefeitura para uma garantidora de crédito do Brasil. É a parcela de ajuda e união que podemos dar para colaborarmos com quem precisa e minimizarmos o sofrimento que o setor está passando diante dessa pandemia”, disse o prefeito.

Valores – Os interessados poderão conseguir um crédito de até R$ 170 mil, sendo que o valor médio padrão será de R$ 60 mil por empresa. O empréstimo poderá ser pago de forma parcelada em até 18 vezes, com juros de 0,59% e seis meses de carência. Há também a possibilidade de empréstimo com a possibilidade de pagamento com taxa de juros de 0,50% ao mês mais CDI, a serem pagos em até 36 meses, tendo seis meses de carência. Em média, as taxas de juros cobradas pelo mercado estão em torno de 1,45% ao mês.

Sobre isso, o presidente da ACIL, Fernando Moraes, explicou que, atualmente, diante da instabilidade econômica nacional e mundial, os grandes bancos estão aplicando normas mais rígidas e aumentando os valores das taxas cobradas para os empréstimos, o que dificulta o financiamento para muitos empresários. Por isso,a  intenção é que consigam obter financiamento com cautela, principalmente porque o período requer mais atenção para manter os negócios funcionando. “Há 300 contratos parados esperando liberar essa ajuda e o mercado está precisando muito disso. Temos certeza que isso vai conseguir salvar muitas empresas e a carência de seis meses dará um fôlego muito grande. Queremos que as empresas consigam se manter”, esclareceu Moraes.

Foto: Ilustração

Onde buscar – Segundo o presidente da Garantinorte-PR, Rafael de Giovani Netto, os empresários que necessitarem da ajuda financeira precisam entrar em contato com a Garantidora de Crédito, ou nas agências de uma das seguintes cooperativas: Sistema de Crédito Cooperativo (SICRED), Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil (SICOOB), Sistema de Cooperativa de Crédito Rural com Interação Solidária (CRESOL), na FOMENTO PARANÁ, ou ainda na Associação Comercial e Industrial de Londrina (ACIL).

Netto contou que houve uma boa vontade do prefeito e de sua equipe como um todo. “Houve também a importante participação da Câmara de Vereadores de Londrina, que é suis generis, onde as pessoas deixaram de ter interesses individuais e pensaram coletivamente para disponibilizar esse recurso, que será muito importante para nossa cidade”, afirmou.

Como funciona – Para obter a carta-fiança pela Garantinorte-PR, é preciso estar em situação regular de CNPJ, com funcionamento de, no mínimo, um ano. Um comitê da instituição faz a análise do solicitante, verificando critérios como score junto ao SERASA, restrição de crédito, capacidade de pagamento e situação de endividamento segundo o Banco Central (BACEN), entre outros requisitos.

Foto: Vivian Honorato

Caso seja aprovado, é oferecida a carta garantia, que autoriza a obtenção de empréstimo em instituições financeiras credenciadas. O teto disponibilizado para estes empréstimos será de R$170 mil, com prazo de até 60 meses para pagamento, podendo obter carência de até seis meses, oferecida pela instituição financeira. Dentre as vantagens, o Fundo Garantidor se responsabiliza pela quitação de 75% da dívida, após encerradas todas as possibilidades de cobrança ao devedor. Essa redução do risco de perdas para a instituição financeira resulta em taxas de juros mais baixas do que as comumente praticadas em mercado. Além disso, a obtenção do crédito é facilitada às empresas e MEIs com menor tempo de funcionamento, ou ainda aos que abrirem contas recentes nas instituições financeiras credoras.

Toda a ação foi pensada para fomentar o desenvolvimento local e regional, por meio do estímulo à ampliação do acesso ao crédito e menores taxas de juros, sendo que a medida foi viabilizada com a articulação do Município, juntamente com a Câmara Municipal, que aprovou a destinação dos recursos ao Fundo Garantidor, e entidades fundadoras da Garantinorte-PR, como a ACIL e o SEBRAE-PR. “A articulação entre esses entes foi feita pela CODEL, inclusive elaboramos o Termo que está oficializando essa parceria. É algo que oferece, aos empresários londrinenses de micro ou pequeno porte, taxas menores de juros, graças à garantia de quitação de praticamente toda a dívida, em caso de inadimplência”, frisou o presidente do Instituto de Desenvolvimento de Londrina (CODEL), Bruno Ubiratan,

Contatos – Para obter mais informações sobre os empréstimos e a carta de garantia, basta entrar em contato com a Garantinorte-PR, pelo telefone (43) 3323-5031, ou buscar mais detalhes no site do SICRED; SICOOB (clique aqui), CRESOL  (clique aqui), ACIL pelo (43) 3374-3000 ou pelo e-mail [email protected] ou, ainda, pelo site.

Fonte: N.Com