Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
Escola promove exposição sobre a Consciência Negra Escola promove exposição sobre a Consciência Negra

Escola promove exposição sobre a Consciência Negra

Wednesday, 20 de November de 2019

Em comemoração ao Dia da Consciência Negra, celebrada neste dia 20 de novembro, a Escola Municipal Joaquim Vicente de Castro está realizando a 9ª Mostra Consciência Negra. A atividade é aberta à comunidade e ficará disponível até sexta-feira (22), na biblioteca da escola, que fica na Avenida Presidente Abraham Lincoln, 70, no Conjunto Anibal S. Cabral. O horário de visitação acontece em três períodos: das 8h às 12h, das 13h30 às 17h30 e das 18h às 22h.

Divulgação

Estão envolvidos no projeto 730 alunos de todas as 35 turmas da escola, do P5 ao 5º ano. Em cada uma foram trabalhados temas específicos, que resultaram em produções artesanais, desenhos, dobraduras, pinturas, entre outros. “Essa atividade é resultado da culminância do trabalho interdisciplinar desenvolvido durante todo o ano letivo, com o suporte da coordenação pedagógica”, explicou a gestora auxiliar da unidade escolar, Claudia Ruzzante.

As crianças produziram releituras de obras literárias e artísticas, cartazes sobre personalidades negras, mapas, turbantes, trabalho sobre fisionomias, dentre outros.  Também estão sendo apresentadas algumas obras sobre a África, abordando as vegetações africana, as espécies de animais presentes na savana e a cultura do Egito.

Estão expostos, ainda, alguns instrumentos musicais característicos da capoeira, como tumbadora, agogô, berimbau e pandeiro, já conhecidos pelos alunos. Dentre as atividades pedagógicas promovidas pela escola neste ano, os estudantes tiveram a oportunidade de participar de oficinas de percussão ministradas pelo grupo de capoeira Karangô.

Ruzzante destacou que o objetivo da iniciativa é valorizar as diferenças e a participação do povo negro na construção do Brasil. “É muito importante que as crianças entendam quantas diferenças a gente pode ter e reconheçam toda a herança do povo negro deixada para a cultura brasileira”, finalizou.

Fonte: Prefeitura de Londrina