Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
Cartão Londrina Cuidando das Pessoas vai movimentar R$17,6 milhões na economia local Cartão Londrina Cuidando das Pessoas vai movimentar R$17,6 milhões na economia local

Cartão Londrina Cuidando das Pessoas vai movimentar R$17,6 milhões na economia local

Monday, 26 de April de 2021
Categoria:

Prefeitura apresentou hoje o cartão que facilitará acesso ao Benefício Eventual Emergencial, concedido pela Secretaria Municipal de Assistência Social; valor do benefício pode ser de R$ 91,00 ou R$ 182,00

Foto: Emerson Dias – N.Com/PML

A Prefeitura de Londrina, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS), lançou hoje (23) o cartão Londrina Cuidando das Pessoas, que visa garantir dignidade e cidadania para as famílias que recebem o Benefício Eventual Emergencial (BEE).

Atualmente, 16.175 famílias têm acesso ao benefício em forma de cesta básica. Nos próximos dias, esses beneficiários começam a receber o Cartão Londrina Cuidando das Pessoas, cartão pré-pago para compra de itens de primeira necessidade, incluindo alimentos, produtos de higiene e limpeza, ou seja, com mais opções do que a cesta básica.

Realizada com recursos próprios da Prefeitura de Londrina, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, a iniciativa totaliza um investimento de R$ 17.663.100,00, que reverterá em R$ 1,5 milhão por mês circulando na economia da cidade.

É importante ressaltar que o Cartão Londrina Cuidando das Pessoas será concedido mediante avaliação técnica, realizada a cada três meses pelas equipes de referência da SMAS junto às famílias que recebem o BEE. O valor do benefício pode ser de R$ 91 ou R$ 182, a depender das necessidades das famílias atendidas. Atualmente, cerca de dois terços dos beneficiados recebem R$ 182, enquanto que um terço é contemplado com R$ 91.

Foto: Emerson Dias – N.Com/PML

A entrega dos cartões inicia na semana que vem, e eles serão aceitos em mais de 200 estabelecimentos credenciados nas áreas urbana e rural do município, incluindo mercados, açougues e padarias.

Para evitar que o benefício seja utilizado de forma indevida, a SMAS elaborou uma lista de produtos que, por não serem considerados como necessidades básicas, não poderão ser adquiridos com o cartão, incluindo bebidas alcoólicas.

A administradora que venceu a licitação é a BK Bank, empresa que gerenciará os cartões e será responsável pelo credenciamento dos estabelecimentos.

No lançamento, o prefeito Marcelo Belinati ressaltou a importância da rede de proteção às pessoas em situação de vulnerabilidade mantida pelo Município. “Com quase 20 mil famílias atendidas, estamos entre as prefeituras que mais têm atendido às pessoas que necessitam de ajuda. Além disso, o nosso benefício de R$ 182 é um dos mais altos do país. Essa medida vai beneficiar também os pequenos estabelecimentos comerciais que foram cadastrados em todas as regiões da cidade. Os usuários do cartão farão suas compras nesses locais, ajudando os comerciantes a superarem esse período difícil de pandemia”, disse.

De acordo com a secretária municipal de Assistência Social, Jacqueline Micali, a prioridade é atender a população que possui renda zero, correspondente a 25 mil famílias londrinenses. “Esse momento representa um divisor de águas para a cidade. Durante a pandemia, dobramos o valor do Benefício Eventual Emergencial, que foi de R$ 91 para R$ 182, salvando as vidas de muitas pessoas.  Agora, a Assistência Social está investindo em uma importante inovação com este cartão, que vai ficar para a cidade de forma permanente”, salientou.

Foto: Emerson Dias – N.Com/PML

O secretário municipal de Planejamento, Orçamento e Tecnologia, Marcelo Canhada, destacou os esforços da Prefeitura para auxiliar as famílias mais vulneráveis durante a pandemia. “De março de 2020 até hoje, o número de famílias que recebiam cestas básicas – e agora serão beneficiadas com os cartões – foi de cerca de 200 para quase 20 mil. Conseguimos esse resultado graças ao grande esforço que foi feito do ponto de vista fiscal. Ao realizar os ajustes necessários, aumentamos o orçamento da área de assistência social em 40%, com o objetivo de que ninguém passe fome em Londrina”, afirmou.

Participaram também do lançamento do Cartão Londrina Cuidando das Pessoas, realizado no gabinete do prefeito, o vereador Matheus Thum; o vice-prefeito, João Mendonça; a secretária municipal de Educação, Maria Tereza Paschoal de Moraes; a presidente do Conselho Municipal de Assistência Social, Soraia Campos; o representante do BK Bank, Michael Costa Oliveira, além de assessores da Secretaria Municipal de Assistência Social.

N.com