Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
A fantasia do equilíbrio perfeito A fantasia do equilíbrio perfeito

A fantasia do equilíbrio perfeito

Thursday, 27 de January de 2022
Categoria:

Muitas das decisões de carreira que tomamos estão baseadas naquilo que “fala mais alto” em nossas vidas, mesmo quando não estamos atentos a isso.

A insatisfação com os rumos da carreira é algo presente em um número cada vez maior de pessoas porque a nossa geração tem grandes expectativas em relação ao trabalho e às demais esferas da vida. Definitivamente, não encaramos as coisas da mesma forma que nossos pais ou avós.

Isso é reflexo, dentre outras coisas, das inúmeras possibilidades de escolha que existem no mundo de hoje. E como nos movemos muito mais em busca do “e” do que do “ou”, frente a tantas opções mutuamente atrativas, qualquer tomada de decisão se torna fonte de angústia.

Um segundo elemento neste contexto é que as pessoas costumam se motivar no trabalho por um dos quatro fatores abaixo:

Estabilidade financeira. Ganhar o suficiente para não ter de se preocupar com dinheiro no futuro, encontrar uma forma de sustentar a vida que gosta hoje ou, ainda, simplesmente poder sair da situação financeira precária em que se encontra.

Realização e prazer. A pessoa almeja fazer o que gosta, atuar naquilo que exige suas principais competências ou, então, pelo menos encontrar satisfação no tipo de trabalho que desempenha no dia a dia.

Qualidade de vida. O que a atrai é a possibilidade de ter tempo livre ou de atuar em uma organização que não exerce pressão por resultados a todo momento. Ou seja, o profissional não quer se sentir consumido pelo trabalho.

Status e reconhecimento. Neste caso, o que está em jogo é o quanto de prestígio o trabalho confere à pessoa. Afinal, o que ela quer é se sentir orgulhosa daquilo que faz e saber que os outros reconhecem que ela é competente.

Bem, vamos lá! Qual é a ordem de prioridade desses fatores em sua vida atualmente? O que vem em primeiro lugar para você? E na sequência, o que você busca? Muitas das decisões de carreira que tomamos estão baseadas naquilo que “fala mais alto” em nossas vidas, mesmo quando não estamos atentos a isso.

Porém, é importante lembrar que as pessoas mudam suas prioridades de tempos em tempos. É o caso de quem quer estabilidade financeira e, quando nasce o primeiro filho, começa a ter um anseio maior por qualidade de vida.

Até aí tudo ok. O problema começa quando a pessoa decide buscar satisfação plena nos quatro fatores motivacionais ao mesmo tempo. Ignora que o equilíbrio perfeito é uma fantasia.

Nós alcançamos instantes de equilíbrio e não um lugar de equilíbrio. Você pode trabalhar décadas a fio sem a capacidade de conciliar estabilidade financeira, realização no trabalho, qualidade de vida e prestígio e ainda chegar ao fim da sua trajetória profissional satisfeito com o que construiu.

Mais do que equilíbrio, o que precisamos é desenvolver a capacidade de fazermos boas escolhas com base naquilo que nos motiva, junto com a lucidez de compreendermos as exigências, ônus ou reflexos que elas sempre provocam na vida como um todo.

Wellington Moreira
Palestrante e consultor empresarial especialista em Formação de Lideranças, Desenvolvimento Gerencial e Gestão Estratégica, também é professor universitário em cursos de pós-graduação. Mestre em Administração de Empresas, possui MBA em Gestão Estratégica de Pessoas e é autor dos livros “Como desenvolver líderes de verdade” (Ed. Ideias e Letras), “Líder tático” e “O gerente intermediário” (ambos Ed. Qualitymark).

 

Aguarde, carregando...
carregando...