Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
Viação Garcia/Brasil Sul abraça “Agenda ESG” com engajamento social e ações sustentáveis

Viação Garcia/Brasil Sul abraça “Agenda ESG” com engajamento social e ações sustentáveis

terça, 26 de dezembro de 2023
Categoria: noticia

 

Empresa reforça práticas preconizadas pela ONU com olhar atento para os eixos social, ambiental e de governança

Três letras entraram definitivamente para a agenda dos negócios: ESG. Em inglês, “Environmental, Social and Governance”. No idioma que já domina as corporações no mundo todo, a sigla indica as estratégias das empresas na proteção ao meio ambiente, relacionamento estreito com a sociedade e práticas de gestão interna que contemplem os seus colaboradores. São os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) que fazem parte da “Agenda 2030”. Em um prazo de sete anos, 193 países membros da ONU, incluindo o Brasil, firmaram um pacto global e assumiram a meta – com o engajamento também de corporações por meio do ESG – de alcançar 17 objetivos desafiadores para melhorar a vida no planeta.

O “manual” ESG mostra o quanto um negócio está buscando maneiras de minimizar os seus impactos no meio ambiente, de construir um mundo mais justo para a sociedade e de manter os melhores processos de administração. As estratégias das marcas nestas três áreas, de modo sistemático, constroem o que configura a “reputação” das empresas. Um critério levado em alta conta hoje no mundo corporativo e que pode garantir um planeta mais saudável e igualitário no futuro.

A Viação Garcia sempre teve grande identificação com a comunidade, até em razão da história de 89 anos da empresa, que coincide com o início da colonização de Londrina (PR). Ao longo dos anos, incorporou práticas que reforçam a agenda social e ambiental. Agora que a questão entrou na ordem do dia do mundo corporativo, a empresa só reforça e amplia as ações nesta direção.

O vice-presidente Estefano Boiko Júnior destaca a relevância dessas iniciativas no cotidiano da organização e da busca de modelos sustentáveis de produção. “Abraçamos com convicção os desafios da Agenda 2030, atentos ao contexto social em que estamos inseridos, aos movimentos culturais e assistenciais da comunidade e aos cuidados com o meio ambiente para as futuras gerações. Para isso, alinhamos nossas operações aos objetivos sociais e sustentáveis de modo efetivo”, diz.

Saúde, arte e meio ambiente

Várias ações da empresa apoiam movimentos sociais da comunidade. É o caso do programa “Bom Aluno”, mantido pelo setor privado (Instituto Bom Aluno de Londrina – IBAL) que seleciona estudantes carentes com alto potencial e oferece a eles acesso a escolas particulares do ensino fundamental até a pós-graduação, incluindo cursos complementares. Com parceria da Viação Garcia, em 25 anos o programa atingiu resultados expressivos, com alta taxa de aprovação em vestibulares, diversas conquistas acadêmicas e profissionais e também o impacto social em mais de 850 integrantes em todo o território nacional.

Outras iniciativas são da própria empresa, como o projeto Criança no Museu, que traz alunos do ensino fundamental ao Museu instalado em sua sede para um “mergulho” na história. A Biblioteca Móvel Ambiental é uma parceria com a Secretaria Municipal de Educação: um ônibus adaptado como sala de aula temática já recebeu mais de 70 mil alunos para aulas sobre meio ambiente em um espaço interativo e lúdico.

Na área assistencial, o destaque é o apoio ao Hospital do Câncer de Londrina e ONG Viver em ações para arrecadar recursos direcionados ao tratamento e acolhimento de pacientes. E a participação do grupo, já há sete anos, no McDia Feliz, com parte das vendas online de passagens da empresa revertida a estas duas instituições. Além disso, um ônibus rodoviário é plotado com a comunicação da campanha para estimular a adesão do público.

O acolhimento de famílias ucranianas que se refugiaram da guerra também teve o apoio efetivo da Viação Garcia/Brasil Sul, por meio de uma parceria firmada pela empresa com a 1ª Igreja Presbiteriana Independente de Londrina, representada pela missionária Tatiana Stoicov. A empresa custeou as despesas essenciais das famílias que permaneceram durante um ano residindo em Londrina. Todas já retornaram ao país de origem, por decisão própria.

Entre as práticas no eixo cultural, a empresa apoia o Festival de Graffiti de Londrina, que está na 8ª edição e é um projeto independente do coletivo Capstyle. A cada edição, um grafiteiro produz uma arte especialmente criada para a empresa, estampada em um dos ônibus – o que dá visibilidade ao trabalho artístico e ao Festival.  Além disso, a sala vip localizada no Terminal Rodoviário de Londrina expõe, a cada edição, um painel de graffiti especialmente produzido para o espaço.

Reuso de água: preocupação em evitar o desperdício de recursos naturais

Energia limpa e reuso de água

A questão ambiental merece atenção especial. A empresa investe em energia limpa para otimizar custos e reduzir o uso de energia elétrica. Usinas fotovoltaicas de grande porte nas garagens de Londrina e Maringá fazem o aproveitamento da irradiação solar pelo processo de conversão. Como a produção de energia solar não emite gases em nenhuma de suas fases, o grupo estima que deixa de lançar à atmosfera 43.836,12 quilos de CO² todo mês nas duas cidades.

O uso racional dos recursos naturais está na agenda ambiental da empresa, que conta com uma estação de tratamento para reaproveitar a água dos lavadores dos ônibus e a captação de água da chuva. Com o sistema, o consumo diário de 130 mil litros diários foi reduzido para 40 mil litros diários de água. E mais: os resíduos de materiais perigosos são destinados a empresas credenciadas para o descarte correto, representando um volume de cerca de 80 mil quilos ao ano. Os resíduos recicláveis como papel, vidro, plástico e metal são doados a ONGs, totalizando cerca de 45 mil quilos ao ano.

A frota também incorpora a preocupação ambiental e ganhou, nos últimos anos, veículos com avançados recursos de sustentabilidade. Dotados de tecnologia Euro 5 e 6, reduzem as emissões gasosas. Os motores são movidos a biodiesel com solução transparente de ureia em água desmineralizada. Assim, o controle da emissão de óxido de nitrogênio é maior, evitando o lançamento de até 98% do gás para a atmosfera. Os veículos da empresa são acompanhados pelo Programa Despoluir da Federação das Empresas de Transporte de Passageiros do Paraná e Santa Catarina (Fepasc). Reforçando ainda mais o foco da sustentabilidade, com o lançamento do Euro 6, a Viação Garcia/Brasil Sul fez em 2023 a maior compra de ônibus de sua história, com 147 veículos incorporados à frota.

A Viação Garcia/Brasil Sul e as suas empresas coligadas serão transferidas para uma nova sede até o final de 2024. A moderna estrutura está em obras em um terreno de 100 mil m², com 30 mil m² de área construída. O investimento supera R$ 60 milhões. Localizada entre o Arco Leste e o prolongamento da rua Ernesta Galvani dos Santos, a edificação fará uso de energia solar fotovoltaica, reuso de água e as melhores práticas para mitigar o impacto das atividades no meio ambiente.

Fonte: Divulgação