Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
UEL começa a reestruturar seus cursos de graduação UEL começa a reestruturar seus cursos de graduação

UEL começa a reestruturar seus cursos de graduação

Friday, 20 de December de 2019

Até 2022, todos os cursos deverão ter extensão como atividade integrada, de acordo com resolução do governo federal

Foto: Agência UEL

Coordenadores de  Colegiado, professores e a equipe da Pró-reitoria de Graduação (Prograd) iniciaram nesta quinta-feira (19) o primeiro de uma série de encontros para discutir a reestruturação dos 53 cursos de graduação da UEL, em obediência à Resolução nº 7/2018, do Governo Federal, que estabelece as diretrizes para a Educação Superior e define a extensão como atividade integrada, cujas atividades acadêmicas deverão compor, no mínimo, 10%  da carga horária total curricular a partir de 2022.

A reunião foi realizada com representantes de 14 cursos que deverão passar pelo processo já a partir do próximo ano. Segundo a diretora de Apoio à Ação Pedagógica da Prograd, professora Ana Márcia Fernandes Tucci de Carvalho, neste primeiro momento, os cursos de graduação foram divididos em três grupos distintos para ordenar o trabalho. O primeiro grupo reúne os cursos de Arquivologia, Biblioteconomia, Ciências Econômicas, Direito, Educação Física Bacharelado e Licenciatura, Enfermagem, Farmácia, Medicina, Psicologia, Química Bacharelado, Zootecnia, Serviço Social, Odontologia e Física.

Na última terça-feira foi realizada uma reunião da Câmara de Graduação, que aprovou o planejamento da reestruturação dos cursos nestes agrupamentos. O processo de reformulação dos Projetos Pedagógicos de Curso, após passar por análise técnica da Prograd e da Pró-reitoria de Planejamento (Proplan), prevê aprovação nos Departamentos e Centros de Estudos, seguindo para avaliação na Câmara de Graduação; Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEPE) e por último para o Conselho de Administração (CA) da UEL.

Para a professora Ana Márcia, a exigência da extensão como atividade curricular, deverá potencializar a missão da Universidade. “É uma oportunidade dos cursos se modernizarem, integrando as atividades de Ensino, de Pesquisa e de Extensão”, define ela.

Fonte: Agência UEL