Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
Testes ajudam jovens a escolher qual carreira seguir Testes ajudam jovens a escolher qual carreira seguir Testes ajudam jovens a escolher qual carreira seguir

Testes ajudam jovens a escolher qual carreira seguir

Friday, 22 de June de 2018
Categoria:

Período faz surgir diversas dúvidas na cabeça do estudante

Testes podem ajudar a decidir o que fazer quando se termina o Ensino Médio, período de dúvidas sobre qual carreira seguir. Perguntas começam a povoar a mente de quem está nessa fase, como que área ele mais gosta, quais são as aptidões que ele possui e que podem ser aproveitadas em uma profissão, como fazer um plano de carreira, qual faculdade escolher… Essas dúvidas são comuns e fazem parte do cotidiano de alguém nessa faixa etária. O teste vocacional é uma das ferramentais mais comuns para ajudar os estudantes.

Os testes vocacionais ajudam um indivíduo a entender o que ele gosta, quais são as habilidades que possui e quais delas podem ser aproveitadas em alguma carreira. Na internet, existem alguns testes rápidos oferecidos por instituições de ensino que podem ser realizados pelos estudantes a título de curiosidade e como forma de se conhecer melhor. A avaliação mais completa, no entanto, acontece com uma equipe de profissionais, que inclui psicólogos e profissionais do mercado, que, em conjunto, ajudam o adolescente a optar por uma carreira ou outra.

Quando o aluno escolhe fazer esse tipo de teste vocacional, ele passa por diversas etapas, desde entender o que ele gosta de fazer até a saber como é, na prática, o dia a dia de uma determinada profissão. Dessa forma, ele consegue ter mais ferramentas para a tomada de decisão. O processo pode não ser fácil, sobretudo se o estudante não se conhece muito bem. A dica é não se desesperar diante desses entraves.

Testes ajudam jovens a escolher qual carreira seguir

É importante salientar que esses testes não vão dizer o que o jovem deve ou não fazer – pelo menos não deveriam. Essa decisão cabe única e exclusivamente ao estudante. Portanto, é fundamental enxergar essa avaliação como uma ferramenta de autoconhecimento e não como uma fórmula mágica que resolverá todos os problemas. Outra dica é dar crédito à opinião de terceiros, mas não demais. Família e amigos podem querer o melhor para você, mas o único que saberá realmente qual carreira seguir é o próprio estudante.

Outra ferramenta, utilizada principalmente por funcionários já no mercado, é o coach. O processo de coaching, se bem feito, pode ajudar o profissional a fazer um plano de carreira e a conquistar objetivos traçados com antecedência. Para escolher um bom profissional, no entanto, você deve pesquisar muito, pedir indicações e se certificar de que o coach segue as técnicas recomendadas pelos institutos internacionais de coaching. Além de ajudar executivos, esses profissionais também podem ajudar jovens que estão no período de escolha de uma carreira.

Depois da escolha da carreira, chega a hora de escolher a faculdade. Nessa hora, o estudante deve pesquisar profundamente as instituições de ensino que oferecem o curso escolhido. Verifique a nota que elas receberam do Ministério da Educação (MEC), bem como a grade curricular. Saber quais disciplinas serão ministradas ajuda não só a escolher a instituição, mas também a decidir por um curso ou outro.
Nessa etapa, você também poderá analisar se para suas necessidades é melhor um curso presencial ou à distância. O segundo é mais indicado para aqueles que precisam de maior flexibilidade de horários e não podem comparecer a um polo físico de educação. Os cursos de graduação a distância, assim como os presenciais, são devidamente credenciados pelo MEC e possuem metodologia testada e aprovada.

Fonte: Divulgação