Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
Provas do ENEM terão novo modelo até 2020 Provas do ENEM terão novo modelo até 2020 Provas do ENEM terão novo modelo até 2020

Provas do ENEM terão novo modelo até 2020

quinta, 27 de setembro de 2018
Categoria:

Mudanças acompanham a Base Nacional Comum Curricular, cuja última versão foi entregue em abril de 2018

No começo de agosto de 2018, o ministro da educação, Rossieli Soares da Silva, anunciou que o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) deve ter novo formato a partir de 2020. Hoje, a prova é uma das mais esperadas pelos estudantes brasileiros, que buscam ingressar na universidade com a nota obtida no exame, inclusive com a possibilidade de pleitear bolsas de estudo em instituições privadas.

De acordo com Rossieli, o ENEM vai acompanhar as mudanças trazidas pela Base Nacional Comum Curricular (BNCC) do Ensino Médio, um documento que estabelece o currículo mínimo para essa etapa de ensino. O objetivo com a mudança será transformar a prova, efetivamente, em uma porta de entrada para a universidade, e não ser o norte do Ensino Médio. Atualmente, o ENEM engloba questões de ciências da natureza, ciências humanas, matemática e linguagens, além da redação.

A última versão da BNCC foi entregue pelo governo em abril de 2018 e agora passa por debates em audiências públicas em todo país. Ela prevê que só as áreas de linguagens e matemática deverão ser oferecidas obrigatoriamente nos três anos do Ensino Médio. Os outros campos do conhecimento podem ser distribuídos ao longo desse período de acordo com cada critério das redes de ensino.

Ela segue a reforma do Ensino Médio, sancionada em dezembro de 2017. Da carga horária total do Ensino Médio, 1.800 horas devem seguir a BNCC, enquanto 1.200 ficam a cargo dos “itinerários formativos”, destinados para as instituições de ensino fornecerem uma formação acadêmica mais aprofundada em determinadas áreas do conhecimento.

O Exame Nacional do Ensino médio é dividido em dois finais de semana neste ano, ao contrário dos anos anteriores, quando as provas eram feitas em um único final de semana. O primeiro dia será um domingo (4 de novembro), com 45 questões sobre Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e 45 perguntas sobre Ciências Humanas, além de produzir uma redação dissertativa-argumentativa. A duração será de 5h30.

O segundo dia de provas será aplicado no dia 12 de novembro, com 45 questões de Matemática e suas Tecnologias e outras 45 de Ciências da Natureza. Nos anos anteriores, a duração era de 4h30, mas agora os estudantes terão 30 minutos a mais para terminar as questões – ou seja, 5h.

Fonte: Divulgação