Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
Projeto quer reduzir ISS de Londrina para atrair eventos

Projeto quer reduzir ISS de Londrina para atrair eventos

Wednesday, 10 de April de 2019

Projeto quer reduzir ISS de Londrina para atrair eventos

O prefeito Marcelo Belinati (PP) anunciou nesta terça-feira (9) que enviará um projeto de lei à Câmara Municipal de Londrina, que prevê a redução da alíquota de ISS (Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza) para o setor de eventos, de 5% para 3%, para tornar a cidade mais atrativa na captação de eventos. O anúncio foi feito durante evento na ExpoLondrina.

A redução do ISS foi embasada em um estudo realizado pela UTFPR (Universidade Tecnológica Federal do Paraná), com apoio do Londrina Convention Bureau e Codel (Instituto de Desenvolvimento de Londrina), e se assemelha ao que já acontece em cidades como Maringá (PR), Bento Gonçalves (RS) e Gramado (RS).

De acordo com o levantamento, a cidade de Londrina cobra imposto semelhante de cidades turísticas nordestinas, como Salvador (BA), Natal (RN) e Porto de Galinhas (PE). A cidade paranaense de Foz do Iguaçu também cobra ISS de 5% para o setor de eventos. Já a capital catarinense, Florianópolis, tem tributo de 2,5%, metade do cobrado em Londrina.

De acordo com Belinati, a reivindicação do setor de eventos é antiga e vai tornar Londrina mais competitiva em relação a outros polos regionais. “A Câmara de Vereadores nos apresentou um projeto do vereador Guilherme Belinati, mas existe o entendimento que há um vício de iniciativa em relação a este projeto. Então, a partir dele, trabalhando em conjunto com Convention Bureau e o Fórum Desenvolve Londrina, nós formatamos um projeto de lei, que deve ser enviado à Câmara, no sentido de estimular e tornar Londrina cada vez mais atrativa na captação de eventos”, explicou.

Com relação à redução do ISS para o setor de eventos, o presidente do Codel, Bruno Ubiratan, ressaltou que o município vai aumentar a sua competitividade, fomentando a atração de shows, festivais, feiras, congressos, jogos, entre outros. “O empresário que vem para a cidade tem muitos custos e acreditamos que com esta redução poderemos aumentar, de modo significativo, a realização de eventos que geram renda, emprego e movimentam a cidade como um todo”, comentou.

85 ANOS

No evento no Parque Ney Braga, Belinati lançou a Maratona de Inovação e Economia Criativa, que contempla uma programação extensa que visa celebrar o 85° aniversário do município e prevê diversas iniciativas em áreas como tecnologia, esporte, cultura e inovação social. O prefeito despachou durante o dia do gabinete instalado na sala da presidência da SRP (Sociedade Rural do Paraná).

O chefe de Gabinete da Prefeitura, Tadeu Felismino, disse que a proposta é iniciar, este ano, a comemoração dos 85 anos da cidade, começando uma contagem regressiva para os 100 anos, em 2034. “Para isso imaginamos não apenas um evento, mas uma mobilização, uma maratona, tendo como proposta central despertar os talentos da cidade e o espírito empreendedor, por meio de concursos e competições, tanto na área de inovação tecnológica e de esportes quanto na de economia criativa, que contempla diversos segmentos, como o das artes, cultura, turismo, filosofia, literatura, entre outros”, contou.

Fonte: Folha de Londrina