Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
Prefeitura realiza chamamento de 600 professores para Educação

Prefeitura realiza chamamento de 600 professores para Educação

Tuesday, 28 de December de 2021

Profissionais podem escolher a função que querem exercer e o local de trabalho; eles vêm para complementar a demanda temporária da SME

Foto: Arquivo/Vivian Honorato

A Prefeitura de Londrina, por meio da Secretaria Municipal de Educação (SME), está contratando 600 professores temporários para a função de Docência de Educação Básica, visando atender a demanda prioritária da rede municipal de ensino.

Dentre os 600 profissionais, 134 já foram chamados em outubro e estão atuando na rede municipal de ensino desde então. Além deles, no mês de dezembro foram convocados mais 166 profissionais e em janeiro deverão ser chamados outros 159, que começarão a trabalhar no dia 1º de fevereiro de 2022. Estes professores vão participar da semana de prática pedagógica, que é realizada em todas as unidades escolares da rede a partir do dia 1º de fevereiro de 2022.

O próximo chamamento deve ser feito em fevereiro, quando 141 educadores poderão escolher a função que querem exercer e o local de trabalho. Os convocados em fevereiro começarão a atuar na rede municipal de ensino a partir do dia 1º de março, encerrando todas as 600 contratações temporárias da Secretaria Municipal de Educação.

Foto: Emerson Dias / NCom

Neste processo seletivo, o diferencial é que os profissionais também poderão optar por atuar na educação infantil ou no ensino fundamental. Isso porque, todo o trâmite burocrático foi realizado levando-se em consideração a reestruturação do cargo de professor, conforme a Lei Municipal aprovada pela Câmara de Vereadores. “Essa alteração é muito importante para a Secretaria de Educação, pois, a partir desta lei, os professores de educação básica poderão transitar entre educação infantil e ensino fundamental, o que otimizará o desenvolvimento do trabalho pedagógico, explicou a secretária municipal de educação, Maria Tereza Paschoal de Moraes.

Os professores temporários terão jornada de 30 horas semanais, sendo o contrato de trabalho válido por um ano, prorrogável por mais um. “Eles vêm para atender a demanda das vagas provisórias devido a afastamentos, licenças médicas e aquelas não remuneradas, como para assuntos particulares ou acompanhamento de cônjuge. Por isso, devem começar a trabalhar na rede municipal de ensino nos primeiros meses de 2022”, contou a assessora de Gestão de Pessoas da SME, Narcimélia Garcia Scarinci.

No momento, a rede municipal de Educação está em férias escolares. Cerca de 46 mil alunos devem retornar às aulas a partir do dia 7 de fevereiro de 2022. Durante esse período, as atividades administrativas nas sedes das escolas municipais, Centros Municipais de Educação Infantil (CMEI) e Centros de Educação Infantil (CEI) filantrópicos ficam suspensas ao público, devendo reabrir a partir do dia 25 de janeiro, quando pais e responsáveis poderão lidar com as questões de matriculas escolares. Já os professores farão a prática pedagógica dos dias 1º a 4 de fevereiro de 2022.

Fonte: N.Com