Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
Prefeitura oferece oficinas culturais para população em situação de rua Prefeitura oferece oficinas culturais para população em situação de rua

Prefeitura oferece oficinas culturais para população em situação de rua

Monday, 04 de February de 2019
Categoria:

Atividade está trazendo resultados práticos na vida dos participantes, como a produção de livro, peças e letras de rap

A Secretaria Municipal de Educação (SME) retoma hoje, as oficinas Leitura e Escrita e Artes para o público atendido no Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro POP). A atividade, realizada em parceria com a Assistência Social (SMAS) do município, esteve em recesso desde o dia 20 de dezembro de 2018.

A oficina de Leitura e Escrita, ministrada pela professora Geocélia Alves Ribeiro, iniciada há seis meses, com dois participantes, hoje atende 21 pessoas. Segundo a coordenadora da Educação de Jovens e Adultos da SME, Déborah Flora dos Santos, o ingresso na atividade é espontâneo e já trouxe diversos ganhos aos participantes. “Muitos voltaram a ter sonhos e a se reencontrar, trazendo grande significado para eles”, ressaltou.

Prefeitura oferece oficinas culturais para população em situação de rua

Foto: Divulgação

Já a oficina de Arte é realizada há três anos, com a participação de 15 pessoas em situação de rua. A ministrante é a professora Maria de Fátima Bernardo. “As aulas possibilitam que eles se expressem, coloquem seus sentimentos, melhorem a autoestima e confiança, resgata sonhos, e com isso eles voltam a ter objetivo e metas”, frisou.

Segundo Deborah, as atividades já estão trazendo resultados práticos na vida dos participantes. “A oficina de Leitura e Escrita despertou, por exemplo, o desejo de uma pessoa em escrever seu próprio livro, inclusive ela já começou a produzir as primeiras páginas. Há casos, também, de participantes que estão escrevendo pequenas peças e letras de rap. A oficina de Artes está servindo também como uma fonte de renda para alguns deles, que estão produzindo seu próprio material e comercializando”, disse.

Debora enfatizou que a vinculação da população em situação de rua com o ato de ler, de escrever, e com as artes, é fundamental para a retomada do desejo de estudar. “As oficinas estimulam, motivam, instigam o desejo neles de estudar. Oportuniza, ainda, o acesso a diferentes materiais e recursos, permitindo a manifestação de habilidades e sentimentos”, afirmou.

A atividade é realizada três vezes na semana, as segundas, quartas e quintas. A de Leitura e Escrita acontece no período vespertino, e a de Arte no matutino. As aulas são ministrada dentro do Centro POP, localizado na Rua Dib Libos, 25, esquina com avenida Celso Garcia Cid.

Fonte: N.Com