Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
Prefeitura inaugura a Escola do Trabalhador Prefeitura inaugura a Escola do Trabalhador

Prefeitura inaugura a Escola do Trabalhador

Wednesday, 27 de March de 2019

São diversos cursos gratuitos de curta duração em diferentes segmentos; trabalhadores terão à disposição computadores e orientação

Prefeitura inaugura a Escola do Trabalhador

A Secretaria Municipal do Trabalho, Emprego e Renda (SMTER) lançou hoje um projeto que movimentará a qualificação profissional em Londrina. A Escola do Trabalhador foi inaugurada nesta manhã e oferece cursos de capacitação em diferentes setores da economia. São cursos por educação a distância totalmente gratuitos. Eles têm curta duração e poderão ser feitos na gerência de Qualificação Profissional da SMTER, na rua Pernambuco, 162, no primeiro andar do prédio. A Escola funcionará inicialmente das 10h às 16h, de segunda a sexta-feira. O polo presencial de Londrina da Escola do Trabalhador já está à disposição para utilização. Todos os alunos que concluírem os cursos serão certificados pela Universidade de Brasília (UnB).

O laboratório da Escola do Trabalhador conta com computadores e um funcionário ficará à disposição para orientar os usuários. As áreas contempladas pela Escola do trabalhador são: Informação e Comunicação; Ambiente e Saúde; Turismo, Hospitalidade e Lazer; Recursos Naturais; Desenvolvimento Educacional e Social; Produção Alimentícia; Segurança; Produção Cultural e Design; Produção Industrial; Infraestrutura; Controle e Processos Industriais; e Gestão de Negócios. Quem preferir pode acessar a plataforma de cursos direto no site, eles estão disponíveis no site Escola do Trabalhador .

O vice-prefeito de Londrina, João Mendonça, ressaltou a formação multidisciplinar oferecida. “Tenho falado às nossas crianças, em minhas visitas às escolas, que hoje não basta aprender apenas uma profissão. É preciso conhecer um pouco de tudo para ser um profissional completo. Com essa grade multidisciplinar que a Escola do Trabalhador tem, os londrinenses terão acesso aos diferentes cursos e condições para entender o funcionamento de vários setores. Na minha juventude não existiam ferramentas como essas para ajudar na formação. Isso deve ser muito valorizado. Parabéns à Secretaria do Trabalho pela iniciativa”, concluiu.

O secretário do Trabalho, Emprego e Renda, Elzo Carreri, destacou as oportunidades que surgirão a partir da Escola do Trabalhador. “O acesso democrático permite que o conhecimento se perpetue e que os profissionais possam ter essa formação multidisciplinar. Mesmo com a possibilidade de fazer os cursos pela internet, muitos trabalhadores não possuem as ferramentas tecnológicas para desenvolver as atividades do curso e assistir às aulas ou então sentem falta de uma orientação presencial no decorrer da formação. A Escola vem para auxiliar nesse processo e formar profissionais qualificados em Londrina”, explicou.

Carreri agradeceu ao empenho da equipe da SMTER para viabilizar a inauguração da Escola. “Esse projeto foi intensivamente trabalhado ao longo desses últimos meses. Nós queremos dar as melhores condições aos trabalhadores e a dedicação dos servidores da Secretaria do Trabalho em prol desse objetivo foi imensa. Se hoje temos um laboratório com máquinas rápidas, uma sala ampla e confortável e todos os instrumentos para que os alunos da Escola desenvolvam suas atividades, é fruto desse trabalho. Temos uma equipe muito unida e competente”, frisou o secretário.

O presidente da Câmara de Vereadores, Ailton Nantes, elogiou a atuação da Secretaria. “Aqui na Secretaria do Trabalho nós vemos um órgão que supera as expectativas. Eles vão além do que é a atribuição da pasta, buscam parcerias e alternativas e viabilizam atividades como a Escola do Trabalhador. Isso tem um reflexo muito positivo para a cidade. O trabalhador quer se capacitar, mas muitas vezes falta a oportunidade. Esse projeto dá ao londrinense a chance de enriquecer seus conhecimentos. Meus parabéns à Secretaria e meu agradecimento em nome da cidade”, disse Nantes.

O gerente regional do Trabalho, Dorival Arantes, também apontou a SMTER como referência. “Hoje a Secretaria do Trabalho de Londrina é um exemplo para todo o país. Nós temos aqui uma Secretaria atuante e que corre atrás para fazer as coisas acontecerem. Cursos profissionalizantes são uma necessidade da população. Com certeza teremos uma leva de ótimos profissionais que sairão desse projeto. Isso aumenta a autoestima do trabalhador e atrai novas empresas que sabem da existência de mão de obra qualificada em Londrina”, comentou o gerente.