Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
Por que o novo álbum de Adele é uma agradável surpresa? Por que o novo álbum de Adele é uma agradável surpresa?

Por que o novo álbum de Adele é uma agradável surpresa?

Friday, 22 de January de 2016
Categoria:

Motivos não faltam para o estardalhaço do novo álbum 

O novo disco da
cantora britânica Adele é mais uma boa surpresa para os fãs. “25” tem letras
fortes, melodia melancólica e a voz poderosa de Adele, que o mundo inteiro já
conhece e admira. Lançado no final de 2015, o novo trabalho da cantora
conquistou rapidamente o público e a crítica, sendo inclusive um dos discos
indicados ao Brit Awards, principal prêmio da música britânica.

Adele estava longe dos holofotes desde que
realizou uma cirurgia nas cordas vocais, em 2011. No ano seguinte, a cantora
ainda se apresentou, mesmo ano em que anunciou a gravidez. Para aproveitar
melhor a família, Adele se afastou dos palcos, o que causou ansiedade a quem
acompanhava o trabalho da artista.

 O disco para fazer as pazes

Adele alcançou o auge
da sua carreira com o seu segundo disco, “21”, em que fala basicamente do
término de um relacionamento. Bastante autobiográfico e verdadeiro, “21”
apresentou ao público músicas como “Rolling in the Deep”, “Someone Like You” e
“Set Fire to the Rain”. Em virtude disso, Adele ficou conhecida pelas letras
melancólicas e românticas. “Eu ouvi dizer que os seus sonhos se realizaram/
acho que ela lhe deu coisas que eu não dei” é um dos versos mais marcantes de
“Someone Like You”.

Pouco depois de lançar
“21”, Adele conheceu seu atual marido Simon Konecki, com quem teve um filho. A
fase mais “família” da cantora a inspirou a fazer um disco com canções mais
leves, porém não menos intensas e poderosas.

Nesse sentido, “25” é
então um retorno ao passado, para dizer que tudo está bem. Na primeira música
de trabalho do álbum, “Hello”, isso fica evidente em versos como “Eu estava
imaginando se após todos esses anos você gostaria que nos encontrássemos para
superarmos tudo”. A ideia inicial de Adele, como já disse em entrevistas, era
fazer um disco focado na experiência de ser mãe. Porém, a cantora mudou o foco,
optando por esse álbum que é tão diverso em temáticas, mas mantendo uma
unidade.

Retorno calculado

Como atualmente é cada
vez mais fácil ter acesso à música pela internet, a indústria fonográfica tem
pensado em maneiras de conquistar o público. O retorno das vitrolas e
toca-discos, aparelhos que popularizaram a produção musical das décadas
passadas, é um claro exemplo disso. Além de apresentarem uma estética sonora
completamente única, esses equipamentos são charmosos e decorativos, podendo
ocupar lugar de destaque em casa.

Outro modo que as
empresas têm arrumado para lucrar é diminuir a exposição do trabalho no meio
digital. O álbum “25” da Adele não está, nem estará disponível em streamings de
músicas, como Spotify, Deezer e outros. Pelo visto, o objetivo deu certo.

Somente na primeira
semana após o lançamento, “25” vendeu mais de 2 milhões de cópias nos Estados
Unidos e bateu o recorde do disco “No Strings Attached”, do N”Sync. Espera-se
que o álbum de Adele seja um dos mais vendidos em 2016 no mundo todo – e que a
cantora ganhe, mais uma vez, prêmios por seu fantástico trabalho.

 Fonte: Divulgação