Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
Paraná terá concursos públicos para as polícias Civil e Militar Paraná terá concursos públicos para as polícias Civil e Militar

Paraná terá concursos públicos para as polícias Civil e Militar

Wednesday, 23 de October de 2019

O esforço do Governo do Estado, da Casa Civil e da Secretaria de Segurança Pública para ampliar os serviços ao cidadão permitiu a autorização de concursos públicos para a Polícia Militar, Polícia Civil e a abertura de Processo Seletivo Simplificado (PSS) para a contratação de agentes ao Departamento Penitenciário do Paraná (DEPEN).

Os concursos públicos são para inclusão de 2.400 militares estaduais (2 mil policiais militares e 400 bombeiros militares), 50 delegados, 50 papiloscopistas e 300 investigadores para a Polícia Civil. Também foi anunciada a contratação de 238 agentes de cadeia (contratados por meio do Processo Seletivo Simplificado) para o Depen. A elaboração dos editais e do processo de inclusão devem ser iniciados logo após a assinatura do Decreto governamental, o que ocorrerá em breve.

Para o Governador Ratinho Júnior, a segurança pública é uma das prioridades de sua gestão. Ele falou dos resultados obtidos pelo governo paranaense até aqui e que a autorização dos concursos para os policiais e a contratação de novos agentes para o Depen vai reforçar ainda mais o trabalho que já tem sido feito pelas Corporações de segurança pública.

“O Paraná está entre os cinco Estados mais seguros do Brasil devido ao bom desempenho dos órgãos que compõem a Secretaria de Segurança, e a ideia agora é aumentar ainda mais o contingente de policiais e agentes penitenciários. Estamos autorizando os concursos para ampliar a segurança nas escolas, bairros e cidades do Paraná”, disse.
A estratégia do governo para abrir concursos e contratações de grande envergadura é resultado da organização orçamentária, priorizando as necessidades da população, segundo o Chefe da Casa Civil, Guto Silva. “Temos planejado o governo mês a mês, e sabemos que os resultados estão aparecendo, especialmente com a redução da criminalidade”, falou.
O Secretário de Segurança Pública, coronel Romulo Marinho Soares, fez questão de ressaltar a importância da valorização do profissional de segurança pública com o anúncio do Governo do Estado. Ele reforçou que os pilares da administração da Secretaria de Segurança (inteligência, integração e planejamento) são essenciais para a elaboração e execução e projetos de infraestrutura a médio e longo prazo.
“Nossos policiais civis e militares, bem como agentes penitenciários, se sentem honrados com o investimento nas áreas tecnológicas e dos recursos humanos de suas respectivas Corporações. Com isso, a sensação de segurança, que se conquista dia a dia, pode ser alcançada com uma maior facilidade, pois os nossos policiais e agentes estarão mais motivados”, explicou o secretário de Segurança.