Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
OSUEL e Yuri Marchese  no 9° concerto da Temporada Ouro Verde 2018 OSUEL e Yuri Marchese  no 9° concerto da Temporada Ouro Verde 2018 OSUEL e Yuri Marchese  no 9° concerto da Temporada Ouro Verde 2018

OSUEL e Yuri Marchese no 9° concerto da Temporada Ouro Verde 2018

Wednesday, 28 de November de 2018

Acontece nesta quinta (29) mais um concerto da Temporada Ouro Verde voltado a Compositores do Século XX

A Orquestra Sinfônica da UEL apresenta nesta quinta-feira, dia 29, o 9º concerto da Temporada Ouro Verde 2018 com a participação do violonista Yuri Marchese como solista convidado. Para o programa, voltado a Compositores do Século XX, foram escolhidas obras que utilizam instrumentações reduzidas, quase camerísticas, além de terem sido escritas no período que antecedeu a 2ª Guerra Mundial ou mesmo durante a mesma.

O concerto, sob a regência do Maestro Alessandro Sangiorgi, iniciará com suíte orquestral Appalachian Spring do americano Aaron Copland. Escrita por encomenda da bailarina Martha Graham que pediu que a composição fosse “algo que tivesse a ver com o espírito pioneiro americano, com juventude, otimismo e esperança”, o balé conta a história da celebração do casamento de um jovem casal de agricultores na Pensilvânia. Foi escrito para 13 instrumentos e estreado em 1944. Tamanho foi o sucesso do balé que no ano seguinte, Copland fez alguns cortes na música criando a suite orquestral, o que acabou rendendo ao compositor o Prêmio Pulitzer em 1945. Curiosamente o título da obra foi escolhido apenas poucos dias antes da estreia do balé e foi sugerido por Martha Graham que se inspirou num poema de Hart Crane (The Dance) onde a palavra “spring” tem o significado de nascente, manancial, e não primavera como se imagina. Sendo assim, a melhor tradução para o título da obra seria “Manancial dos Apalaches”.

Na sequência será apresentado um dos concertos para violão e orquestra mais emblemáticos do século XX: o Concerto Op. 99 de Mario Castelnuovo-Tedesco com solo de Yuri Marchese. Estreado em 1939 no Uruguai por Andrés Segovia (a quem a obra foi dedicada), o Concerto Op.99 foi a última composição de Castelnuovo-Tedesco antes de fugir da Itália e emigrar para os Estados Unidos. Nascido na Florença, Castelnuovo-Tedesco era de família judaica e, por volta de 1938, embora fosse uma figura de prestígio no meio musical, passou a ser visado pelo regime antissemita que começava a se instalar na Itália: sua música foi banida das rádios italianas e performances de suas obras foram canceladas. Anos mais tarde Castelnuovo-Tedesco escreveu sobre o Concerto para Violão Op. 99: “estranhamente, embora tenha sido escrito no período mais trágico da minha vida, é uma das minhas composições mais serenas”. Segovia descreveu o segundo movimento do concerto, que se baseia em três canções folclóricas italianas, como o “adeus terno de Castelnuovo-Tedesco às colinas da Toscana, que ele estava prestes a deixar”. O solista Yuri Marchese é Mestre em Música pela Universidade de Aveiro (Portugal) e detentor de diversos prêmios em concursos realizados em Portugal, Rio de Janeiro, São Paulo e Vitória. Realizou concertos em diversos países como Portugal, Espanha, República Tcheca, além das principais cidades no Brasil. Natural de Vitória (ES), leciona e reside atualmente em Londrina.

Para finalizar o concerto, será apresentado um choro do compositor brasileiro Camargo Guarnieri: Flor de Tremembé. Composta em 1937, a obra recebeu o primeiro prêmio em um concurso realizado naquele ano pelo Departamento Municipal de Cultura de São Paulo. Gênero brasileiríssimo, exclusivamente instrumental, onde ocorrem improvisos em partes secundárias, o choro usualmente se utiliza de cinco instrumentos. Camargo Guarnieri, no entanto, valeu-se de quinze instrumentos solistas e percussão no desenvolvimento polifônico da Flor de Tremembé, além de utilizar elementos tipicamente nacionais.

Serviço:

Concerto da Orquestra Sinfônica da UEL com o solista Yuri Marchese (violão)

Data: 29/novembro, quinta-feira

Horário: 20h30min

Local: Teatro Universitário Ouro Verde

Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada), à venda no Teatro Ouro Verde de 27 a 29/11, das 13h às 19h.

Fonte: Divulgação