Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
O grande vilão

O grande vilão

Wednesday, 18 de January de 2012
Categoria: noticia

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) diz o seguinte: O Brasil tem 24,6 milhões de fumantes (17,2% da população adulta) e 26 milhões de ex-fumantes. Dos fumantes, 52,1% pretendem largar o vício. Nunca fumaram 64,7% da população. Ainda segundo o IBGE, quanto maior a escolaridade, menor a proporção de fumantes. Quanto maior a renda, menor a população de fumantes.

Nas estatísticas, podemos enxergar novas tendências. Já foi a época em que o cigarro nos trazia à mente a imagem do galã ou da linda mulher, saudáveis, cheios de charme e sedução. O apelo das mídias do passado realmente atraiam o público para o vício, resultando no quadro que temos hoje.

A mídia mudou, de acordo com as leis, e o que era bonito deu lugar às imagens sombrias das doenças. Que abençoada evolução e conscientização da nossa população!

O fato é que, na odontologia, o fumo está relacionado a muitos problemas: perda de dentes, escurecimentos e manchamentos do esmalte, doenças da gengiva, e halitose. Alguém em sã consciência quer algum desses problemas na boca? Vale lembrar que os tipos de câncer causados pelo fumo, seja de boca, faringe, laringe ou pulmão, são dos que mais matam na população.

Se alguém ainda estiver na dúvida e quiser mais alguma razão para largar o fumo ou para não entrar nesse vício, é só analisar as estatísticas novamente. Já existem mais ex-fumantes do que fumantes. E mais da metade dos que fumam querem deixar o vício.

Ou seja, quem já provou já largou ou quer largar. E mais uma: O fumo está associado a populações de baixa escolaridade e de baixa renda. O galã do passado já morreu. A imagem de hoje é a do vilão. Tem certeza que quer encarar?