Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
Museu de Arte divulga programação para a semana

Museu de Arte divulga programação para a semana

Tuesday, 21 de May de 2013
Categoria:

Atividades fazem parte das comemorações dos 20 anos do Museu; visitantes poderão conferir intervenções sonoras, apresentação de violino e do Ballezinho de Londrina

O Museu de Arte de Londrina realiza durante esta semana diversas atividades como propostas estéticas e intervenções cênicas e sonoras. Tudo isso é em comemoração aos seus 20 anos.

Na quarta-feira (22), às 10h e às 15h, a artista Deborah Castello Branco Lopes apresenta a instalação sonora ?Som Duplicado? nas salas expositivas. Nesta instalação, através de narrações sonoras, os visitantes poderão vivenciar as lembranças do ambiente da antiga rodoviária, local onde hoje é o Museu de Arte. Já às 16h, o Ballezinho de Londrina apresenta ?70??, nas salas expositivas do térreo.

Na quinta-feira (23), às 12h, o violinista Breno Castello Branco Lopes faz uma nova apresentação na marquise do Museu. Segundo a diretora de Ação Cultural, Maria Luisa Alves Fontenelle, as atividades programadas para as comemorações levam em consideração obras que valorizam o espaço do Museu, que é inteiro de vidro, e que trabalham com a transparência, além de intervenções cênicas, intervenções sonoras que contam como eram os ambientes quando o local ainda era a antiga rodoviária da cidade.

Histórico

No último dia 13, o Museu de Arte comemorou 20 anos. Ele foi criado em 12 de maio de 1993, através do Decreto nº 172. A inauguração aconteceu no dia seguinte, 13 de maio, com a exposição ?A Eterna Primavera?, de Auguste Rodin.

A diretora de Ação Cultural explica que quando a antiga rodoviária da cidade foi desativada surgiu uma mobilização de artistas e entidades ligadas às artes para a criação de um espaço que consolidasse a cultura. Assim, surgiu o Museu de Arte de Londrina, localizado na rua Sergipe, 640.

A edificação, toda em vidro, foi projetada pelos arquitetos João Batista Vilanova Artigas e Carlos Cascaldi. O local foi a primeira edificação modernista e com princípios da Nova Arquitetura tombada pelo Patrimônio Histórico e Artístico Estadual.

Fonte: N.com