Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
Mês da Consciência Negra tem programação especial em Londrina Mês da Consciência Negra tem programação especial em Londrina

Mês da Consciência Negra tem programação especial em Londrina

Wednesday, 06 de November de 2019

A abertura oficial das atividades do Mês da Consciência Negra, aconteceu na manhã desta terça-feira (5), no gabinete do prefeito Marcelo Belinati. A agenda especial é promovida por meio do Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial (CMPIR). O mês é marcado pelo dia 20 de novembro, quando é celebrado o Dia Nacional da Consciência Negra. A data lembra a morte do líder quilombola brasileiro Zumbi dos Palmares e, durante todo o mês, serão realizadas diversas ações visando fortalecer o combate ao preconceito, discriminação racial e racismo.

O prefeito Marcelo Belinati disse que a prefeitura vai estar sempre unida aos segmentos para ser a voz do Movimento Negro, a fim de diminuir as diferenças, as desigualdades e o preconceito. “Temos que trabalhar, com a sociedade, contra todos os tipos de preconceitos, conversando com as pessoas, para que todos sejam respeitados. Contem com a Prefeitura de Londrina, sempre, para que possamos instituir políticas públicas e ações em prol da igualdade”, afirmou.

A gestora municipal de Promoção da Igualdade Racial, Maria de Fátima Beraldo, contou que Londrina tem desenvolvido um trabalho que tem rendido frutos. “Tivemos grandes avanços este ano, na Prefeitura, com relação às políticas de promoção da igualdade racial. Temos desenvolvido um trabalho de combate ao racismo em rede, junto à Universidade Estadual de Londrina (UEL), Núcleo de Estudos Afro Brasileiro, Secretaria de Educação do Estado e do Município, Secretaria Municipal de Recursos Humanos, Grupo de Trabalho que atua dentro do Ministério Público, equipe da Comissão de Igualdade Racial da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Centros de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) e Centros Regionais de Assistência Social (CRAS). Este trabalho foi intensificado este ano e estamos com uma série de propostas e iniciativas para a área”, frisou.

Feira de empreendedores – Até o dia 11 de novembro, estão abertas as inscrições para a Feira Afro Criativo. Promovida pelo Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial, com apoio da Prefeitura de Londrina, em parceria com a Secretaria Estadual da Comunicação Social e da Cultura (SECC), a feira irá ocorrer de 22 a 24 de novembro, no Museu Histórico de Londrina Padre Carlos Weiss. Serão ofertadas 25 vagas para exposição e comercialização de produtos ou serviços que promovam a cultura afro-brasileira.

Para expor na Feira Afro Criativo, é preciso se inscrever com antecedência por meio do formulário disponível no link http://bit.ly/AfroCriativo , ou pessoalmente, na sala da Gestão da Promoção da Igualdade Racial, sede do Conselho, das 9h às 13h. O endereço é Avenida Duque de Caxias, 635, 1º andar.

A abertura da Feira Afro Criativo será no dia 22, às 18 horas. As barracas dos expositores ficarão no pátio do Museu Histórico, onde a comunidade vai poder adquirir ou conhecer  produtos , como artesanatos, culinária, cabelereiras afro e trancistas, entre outras opções. Nos dias 23 e 24, a feira estará aberta ao público das 9 às 18 horas.

Maria Eugênia complementou que a Feira Afro Criativo envolve também o Conselho Estadual de Promoção da Igualdade Racial (CONSEPIR/ PR) e a Superintendência Geral de Diálogo e Interação Social (SUDIS). “Esse é o primeiro evento que o Estado propõe de forma descentralizada, provando que o Movimento Negro não é restrito a capital, e que as cidades do interior também têm uma atividade bastante dinâmica”, frisou.Segundo a presidente do Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial, Maria Eugênia de Almeida Pinto, a feira é uma iniciativa do governo estadual, que será realizada em diversos municípios. “Ela é voltada ao afroempreendedorismo, tendo inclusive uma formação sobre, com palestra e oficina. Essa agenda simultânea se encaixou muito bem com a nossa programação. Vamos priorizar a produção artesanal e serviços ligados à cultura negra, com a finalidade de trazer esse público para contato com a população de Londrina, durante o Mês da Consciência Negra”, contou.

Agenda – Além da Feira Afro Criativo, as atividades previstas para o Mês da Consciência Negra incluem mesa de debates sobre o tema “Direitos Humanos e a Pessoa Negra: Tensões e Resistências”, que será realizada nesta quinta-feira (7). Com participação da professora e doutora Andréa Pires Rocha, da Universidade Estadual de Londrina (UEL), a promotora do Ministério Público de Londrina Susana de Lacerda, e o presidente da Comissão de Igualdade Racial e Minorias da OAB Londrina, Welisson Aguiar, o debate será às 19 horas, no auditório da Sala dos Conselhos da OAB/Subseção Londrina.

De 12 de novembro a 16 de dezembro, a comunidade é convidada a visitar a exposição coletiva “Na magia das cores: a resistência dos guetos”. Com apoio da Secretaria Municipal de Cultura, a exposição vai reunir pinturas, desenhos e fotografias de seis artistas londrinenses, na galeria TEA das Artes, no Espaço Afro-Londrina. O endereço é Rua Sergipe, 829.

Para o dia 20 de novembro, haverá dois encontros, às 8h30 e 19h30, com a temática “15 anos de cotas: Desafios para uma educação mais democrática”. Realizada pelo Núcleo de Estudos Afro Brasileiros da UEL (NEAB), a atividade é voltada a professores, servidores e alunos da UEL, além da comunidade em geral.

Estas e outras ações promovidas durante o Mês da Consciência Negra contam com apoio e parceria também da Gestão de Igualdade Racial de Londrina (GPPIR), Coordenação da Diversidade do Núcleo Regional de Educação (NRE/SEED), Grupo de Trabalho de Combate ao Racismo do Ministério Público e organizações do Movimento Social Negro, entre outras entidades e instituições.

Também estiveram presentes na solenidade, o vice-prefeito, João Mendonça; o presidente do Conselho Municipal de Nacala Porto, de Moçambique, Raul Novinte; o vereador Jairo Tamura; o secretário municipal de Cultura, Caio Julio Cesaro, representando o secretariado municipal; o assessor executivo, Tito Vale, o artista Egenor Evangelista; os músicos Ângela Maria e Vagner Nogueira, que fizeram uma apresentação musical; representantes do Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial e representantes de instituições da cidade.

Fonte: Prefeitura de Londrina