Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
Londrina/FEL/IPEC tem duas convocadas para o Pan do Peru Londrina/FEL/IPEC tem duas convocadas para o Pan do Peru

Londrina/FEL/IPEC tem duas convocadas para o Pan do Peru

Tuesday, 25 de June de 2019
Categoria:

Tatiane Raquel Silva e July Ferreira Silva foram chamadas pela CBAt. Amanhã embarcam para período de treinos na Colômbia

Tatiane Raquel Silva vai para seu segundo Pan consecutivo com a seleção brasileira – Foto: Assessoria de Imprensa/Divulgação

Agora é oficial. Tatiane Raquel Silva e July Ferreira Silva estão convocadas para defender o Brasil nos Jogos Pan-Americanos do Peru, que acontece em Lima a partir do dia 26 do mês que vem. A dupla que representa a equipe Londrina/FEL/IPEC já tinha índice nas provas dos 3000 metros com obstáculos e 1500 metros rasos, respectivamente, e aguardava somente a oficialização do chamado por parte da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt).

“Estou muito feliz. É uma alegria imensa ser chamada para representar o meu país. É um grande orgulho para todo atleta”, falou a fundista Tatiane Raquel Silva, líder do ranking nacional na prova dos 3000 metros com obstáculos.

Atual campeã sul-americana da prova, a londrinense de 28 anos diz que agora é hora de focar nos treinos para ter a chance de brigar por uma medalha na capital peruana. Elas embarcam amanhã (25) rumo a Paipa, na Colômbia, para um período de 28 dias de treinamentos específicos de adaptação à altitude.

Tatiane vai ao segundo Pan consecutivo de sua carreira. Ela esteve na edição de Toronto, em 2015, quando terminou na sexta colocação. Mas agora acredita que pode fazer melhor. “Fisicamente me encontro numa das melhores fases da minha carreira, mas uma competição como essa exige mais. Vamos focar agora no que podemos melhorar para chegar em Lima com 100%. Lá estarão os melhores do continente e o torneio será de altíssimo nível”, analisou.

July Ferreira Silva, de 24 anos, que vai a seu primeiro Pan como atleta na categoria adulto, diz que aguardava ansiosa pela convocação oficial. “Desde o último Pan (Toronto – 2015) falei para mim mesma que no próximo eu iria. E arquitetei cada dia. Quando desmotivava, lembrava da promessa que havia feito. Só Deus sabe o quanto esperei esse momento. Meu coração está transbordando de alegria por essa grande oportunidade, e por mais uma vez representar a seleção brasileira”, declarou.