Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
Live debate movimentos corporais e seus ritmos Live debate movimentos corporais e seus ritmos

Live debate movimentos corporais e seus ritmos

Tuesday, 25 de May de 2021
Categoria:

Atividade on-line, promovida pelo Canto do MARL, com a participação de Mônica Nassif, será transmitida no YouTube nesta quarta-feira (26)

Foto: MARL / Divulgação

A Vila Cultural Canto do MARL realiza, por meio do Curso Livre de Teatro de Rua, mais uma sessão de bate-papo on-line nesta quarta-feira (26), às 19h30. O tema da vez serão os movimentos corporais e seus ritmos, abordados pela convidada Mônica Nassif, que é atriz, bailarina, professora de danças étnicas, arte educadora e preparadora corporal.

A transmissão ao vivo será feita pelo canal do MARL no YouTube. A aula é gratuita e qualquer pessoa interessada no tema pode acessar e participar. Para a realização do curso gratuito, a Vila Cultural Canto do MARL conta com o patrocínio do Programa Municipal de Incentivo à Cultura (Promic) e o apoio do MARL – Movimento de Artistas de Rua de Londrina.

O principal elemento da técnica de preparação corporal de atores de Mônica Nassif é o ritmo. Ele serve para trabalhar a pulsação, a dinâmica e a noção de conjunto, com exercícios de audição e respiração. A prática segue um andamento próprio e respeita as pausas e seus tempos, trazendo ao corpo, intuitivamente, movimentos para ampliar o repertório corporal. São métodos que aprofundam o estudo da percepção do corpo energético, intelectual e emocional, da coordenação motora e do controle da emoção. Por meio dessas abordagens, é possível descobrir o ritmo do personagem, seu andar, falar e trejeitos.

Na trajetória da profissional, destacam-se algumas experiências como preparadora corporal. Entre elas, a minissérie “A pedra do reino” e o longa metragem “Lavoura Arcaica”, ambos dirigidos por Luiz Fernando Carvalho. No teatro, trabalhou em espetáculos como “Pedro e o Lobo”, com direção de Muriel Matalon; “Marte, a Viagem”, com direção de Renata Sofredini; “Exilio do olhar”, de Lara Dau Vieira; e “Nemomi”, de Adriana Salles. Também atuou na preparação dos monitores para a Bienal Naif, do SESC Piracicaba, e no documentário “Rito do amor selvagem”, com direção de Lucila Meirelles. Já no espetáculo “Souk”, também assinou a direção.

N.com