Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
Jataizinho realiza conferências do Meio Ambiente e Cultura

Jataizinho realiza conferências do Meio Ambiente e Cultura

Monday, 15 de July de 2013

Nesta última sexta-feira 12/07, o prefeito de Jataizinho Élio Duque, participou das Conferências Municipal do Meio Ambiente e da Cultura, ambas reuniram membros de entidades da sociedade civil organizada,  membros dos orgãos públicos municipal e estadual para apresentarem as sugestões de Jataizinho nas conferências macro-regional e estadual do meio ambiente e da cultura.

Durante a realização da 1ª Conferência Municipal do Meio Ambiente realizada durante toda manhã de sexta-feira aproximadamente 40 pessoas estiveram do auditório do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) discutindo e definindo sugestões que contribuíssem para a melhoria da gestão dos resíduos sólidos da cidade.

Para o prefeito Élio Duque, a realização da conferência além de contribuir para a gestão dos resíduos sólidos do município, marca o início do diálogo entre o poder público e da sociedade, estabelecendo novas oportunidades na construção da gestão participativa. ?Estou muito orgulhoso em perceber que Jataizinho tem gente preocupada em solucionar o grande problema dos resíduos sólidos, e isso mostra que tenho que cada vez mais estar empenhado em readequar e melhorar o espaço do nosso aterro sanitário?, ressaltou o prefeito.

O diretor do departamento de  Agropecuária, Abastecimento e Meio Ambiente da cidade, Rodolfo Brandão, disse que a conferência além de reunir pessoas para melhorar os problemas do resíduos sólidos tem o objetivo de proporcionar o acesso as novas idéias entre os participantes, ampliando as o conhecimento a cerca de uma mesma causa.

?Hoje se configurou um desafio de debater uma das principais preocupações ambientais do país, que é a geração e tratamento de resíduos sólidos, por isso a participação de toda sociedade civil organizada se fez necessária. E as sugestões apresentadas hoje  vão auxiliar nas nossas ações, através da Política e Plano Municipal de Saneamento Básico?, disse Brandão.

Durante todo evento foram desenvolvidas palestra, grupos de discussão, elaboração e definição de sugestões que contribuam para a construção da Política Nacional de Resíduos Sólidos  em três eixos temáticos que são: Produção e consumo sustentável, redução dos impactos ambientais, geração de emprego e renda.

A 1ª Conferência Municipal do Meio Ambiente de Jataizinho teve como palestrante A doutora irene Domenes Zapparoli, coordenadora do curso de especialização em economia ambiental da Universidade Estadual de Londrina (UEL), e vai contribuir para o aperfeiçoamento de sugestões para as conferências: regional (macro conferência estadual) que acontece dia 25 de julho em Londrina, a conferência estadual que acontece nos dias 5 e 6 de setembro em Foz do Iguaçu, e a nacional que acontece nos dias 24 a 27 de outubro em Brasília.

Pela tarde, o prefeito esteve na Escola Municipal Wilson Chamilete para participar da 1ª Conferência Municipal da Cultura  que reuniu aproximadamente 30 pessoas que debateram e apresentaram sugestões sobre o tema ?Uma política de Estado para a cultura: desafios do sistema nacional de cultura?.

Na ocasião o prefeito Élio Duque, discursou a respeito dos desafios que Jataizinho enfrenta no desenvolvimento de estratégias que auxiliem na boa aplicação de recursos no incentivo de atividades culturais da cidade.

?As duas conferências me deixa feliz em saber ambas estabelecem um marco do início da minha gestão que é participativa e não faz distinção de orientação politica?, salientou Élio Duque.

Na avaliação do diretor de Departamento de Educação, Cultura e Esporte Celso Ribeiro, encontros como esses enriquecem nossa gestão e estabelecem novas oportunidades para ouvir melhor quem entende do assunto, ?só assim, conseguimos enxergar sob uma nova óptica as necessidades da atividades culturais da cidade.

Ao final de ambas as conferências, foram realizados a eleição dos novos membros dos concelhos municipal de meio ambiente e cultura. As novas formações além de ter caráter consultivo e deliberativo, contam com número maior de membros da sociedade civil em proporção com relação aos membros do poder público que agora são de 20% do total.