Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
Hangar 43 comemora seu primeiro ano em Londrina com presença do designer Paulo Alves Hangar 43 comemora seu primeiro ano em Londrina com presença do designer Paulo Alves Hangar 43 comemora seu primeiro ano em Londrina com presença do designer Paulo Alves

Hangar 43 comemora seu primeiro ano em Londrina com presença do designer Paulo Alves

quinta, 28 de setembro de 2017
Categoria:

A Galeria reuniu cerca de 140 pessoas para uma palestra exclusiva com o renomado designer

Na última quinta-feira (21) a galeria Hangar 43, loja conceito de Londrina que trabalha com peças dos mais renomados designers do país, recebeu o designer Paulo Alves para comemorar seu primeiro ano de atividades. “Nesse primeiro ano sentimos que Londrina nos recebeu muito bem. Estudantes, professores, profissionais e o consumidor final nos visitam diariamente e estão gostando muito de apreciar o mobiliário brasileiro”, disse Cristina Padovam, arquiteta e diretora da galeria.

A Hangar 43 trabalha somente com peças de designers nacionais, como é o caso de Paulo Alves, e é o ponto de encontro para colecionadores, arquitetos, designers e apreciadores da arte e da busca permanente pelo reconhecimento dos artistas do mobiliário brasileiro. “São 23 anos já nessa área e na busca de uma linguagem que seja autoral, que seja uma coisa única, que saia de dentro de mim né, das coisas que eu acredito e me inspiram”, falou Paulo Alves.

Para recepcionar os convidados, Luciane Padovam, uma das diretoras da Hangar 43, junto com Cristina, convidou o designer para criar um ambiente especial na galeria. “Paulo Alves foi o convidado, pois ele sempre esteve presente, desde quando começamos a projetar a Hangar 43. Nós sempre sonhamos em ter as peças dele, porque elas remetem muito à natureza”, comentou Cristina.

De acordo com Paulo, a inspiração para o projeto de decoração montado com suas peças na Hangar 43 foi a natureza e as árvores, em especial. “Temos vários móveis aqui que têm essa inspiração nos galhos de árvores. E nada melhor do que colocar um pouco de verde nisso, né?”, comentou ele, se referindo às folhas de pitangueira que completavam o ambiente.

A palestra, que durou aproximadamente uma hora, foi uma verdadeira aula sobre o design de móveis no Brasil. Paulo Alves, que é famoso por suas peças com referência nos galhos das árvores, explicou sobre a riqueza de madeira no Brasil. “A gente tem no Brasil cerca de 12 mil espécies de madeiras diferentes que se podem fazer móveis. Na Europa são apenas cinco ou seis espécies e aqui temos 12 mil! Então, é uma vantagem muito grande”, explicou.

Para o público, a Hangar 43 é referência. “Eu sou de Maringá e mesmo de longe eu acho que a Hangar 43 inovou, porque falta no mercado alguém que estivesse disposto a investir em designers renomados. Quem entende, gosta e valoriza, vê o valor agregado que tem nessa loja”, comentou a arquiteta Yeda Scomparim. Ela ainda comentou que ter uma galeria em Londrina é de extrema importância, pois agora não é mais necessário se deslocar a grandes centros.

A arquiteta londrinense Camilla Forbeck ressalta a importância da Hangar 43 em Londrina. “Eu acho que é um loja referência no design brasileiro. É difícil a gente encontrar, fora de uma capital, alguém disposto a mostrar a cara do design brasileiro. Temos muitos profissionais bons e aqui você poder ter a oportunidade de sentar, tocar na peça que o designer fez. Ver a diferença desse produto para um produto comum é o diferencial”, disse.

Fonte: Divulgação