Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
Grupo Vocal Entre Nós estreia “Morte e Vida Severina” Grupo Vocal Entre Nós estreia “Morte e Vida Severina” Grupo Vocal Entre Nós estreia “Morte e Vida Severina”

Grupo Vocal Entre Nós estreia “Morte e Vida Severina”

Wednesday, 14 de November de 2018
Categoria:

Espetáculo cênico-musical, baseado na obra de João Cabral de Melo, traz composições autorais e inéditas, além das conhecidas do grande público

O Grupo Vocal Entre Nós, de Londrina, está prestes a dar um passo importante na trajetória de oito anos com a estreia do espetáculo cênico-musical “Morte e Vida Severina”, que terá apresentação única no próximo dia 15 de novembro, às 20h30, no Teatro Ouro Verde. Nesta montagem, o grupo faz uma releitura que mostra a união entre música de canto coral, poesia e teatro baseados no clássico literário homônimo escrito em 1955 pelo pernambucano João Cabral de Melo Neto. Depois da estreia, o grupo circulará em 2019 por vários pontos e espaços públicos da cidade e região com apresentações gratuitas possibilitadas pelo Programa Municipal de Incentivo à Cultura (Promic). A coordenação musical e preparação vocal é de Monique Kodama e direção cênica de Silvio Ribeiro.

Grupo Vocal Entre Nós estreia “Morte e Vida Severina”

Foto: Fábio Alcover

O projeto londrinense é uma adaptação com composições autorais criadas por músicos do grupo, assim como arranjos exclusivos para várias vozes de canções já conhecidas do público de Chico Buarque e Airton Barbosa quando do lançamento do longa-metragem, em 1977, escrito e dirigido por Zelito Viana que tinha Elba Ramalho, Stênio Garcia e Tânia Alves no elenco. Já as melodias das músicas inéditas, neste caso, foram criadas todas em cima dos versos do poema pelos integrantes Flávio Collins, Bruno Bazé e Mariana Sella. Por sua vez, os arranjos de canções como “Funeral de um Lavrador” e “De Sua Formosura” foram feitos por Celso Branco, ex-integrante do grupo vocal “Garganta Profunda”, além de “Mulher na Janela” e “Todo o Céu e a Terra”, pelos londrinenses Paulo Vitor Poloni e Fernando Magre, respectivamente.

No total, são 18 cenas em que os 14 integrantes cantam em coro e solos, tocam instrumentos (melódicos, harmônicos e de percussão como rabeca, zabumba, caxixi, triângulo, agogô) e atuam narrando trechos do livro de Melo Neto que transformou o auto de Natal em poesia visceral da condição desse retirante nordestino que sai do sertão do Recife em busca de uma vida melhor. Na parte musical, um dos destaques para a montagem é a junção do regionalismo brasileiro presente nos ritmos, instrumentação e escalas tipicamente nordestinas, mas, também, nas formas composicionais características da música sacra europeia, como o “recitativo” e “fuga” a quatro vozes, estilo do período barroco usado na música litúrgica…

Trajetória do grupo
Fundado em 2010, o “Grupo Vocal Entre Nós” é formado, em sua maioria, por alunos e ex-alunos de diversos cursos da Universidade Estadual de Londrina (UEL), principalmente, do curso de Música e, conta, atualmente, com 14 cantores. No início, o objetivo do grupo era o estudo da interpretação de arranjos vocais próprios para a formação de grupo vocal, inspirado em arranjadores de destaque como Marcos Leite, Pablo Trindade e Celso Branco. Após quatro anos de trabalho apenas vocal, o grupo passou a realizar um trabalho independente e com uma proposta interdisciplinar, unindo, então a música ao teatro em suas apresentações, algo que além de enriquecer o trabalho realizado, trouxe um novo público. Desde então, já montou quatro espetáculos, dentre eles “Conversa de Botequim”, “Entre Nós in Concert”, “O Grande Circo Místico” e “Censurar Ninguém se Atreve”, todos com preparação vocal de Monique Kodama e direção cênica de Silvio Ribeiro.

O amadurecimento e desenvolvimento do grupo, definitivamente, se mostra a cada nova apresentação e nas parcerias realizadas com grandes eventos como o Festival Internacional de Música de Londrina (FIML) – no qual foi responsável pelo coro de base da montagem de coro cênico em 2016, e Festival Internacional de Londrina (FILO), fazendo parte da programação da mostra local. A mais recente conquista e reconhecimento foi o prêmio no Festival Internacional de Corais de Curitiba (Cantoriba 2018), em que o grupo foi vencedor na categoria Música Popular Avançado e, ainda do prêmio geral, atingindo a maior pontuação do concurso, que teve a participação de importantes grupos do Brasil como Projeto Guri (Piracicaba/SP), Neojiba (Salvador/BA) e Grupo UPA (Porto Alegre/RS) e Coral Brasília (Brasília/DF).

Serviço:
“Morte e Vida Severina” com Grupo Vocal Entre Nós
Quando: 15 de novembro (quinta-feira), às 20h30
Onde: Teatro Ouro Verde (rua Maranhão, 85)
Quanto: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia)*

*Ingressos à venda na Funcart – av. Souza Naves, 2.380/ BRAVI Academia Orquestral – rua Prof. Samuel Moura, 507/ Thais Makeup – rua Maranhão, 344 – loja 10/ Teatro Ouro Verde – rua Maranhão, 85 no dia da estreia (15/11).

Fonte: Divulgação