Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
“Gigantes Sonhadores” é tema de bate-papo do Canto do MARL “Gigantes Sonhadores” é tema de bate-papo do Canto do MARL

“Gigantes Sonhadores” é tema de bate-papo do Canto do MARL

Wednesday, 30 de June de 2021
Categoria:

Integrantes da companhia Fábrica de Gigantes participam de transmissão nesta quarta-feira (30), no canal da Vila Cultural no Youtube

A Vila Cultural Canto do MARL realiza, nesta quarta-feira (30), um bate-papo com integrantes da Fábrica de Gigantes, companhia do Rio de Janeiro que lançou, em abril, o espetáculo Gigantes Sonhadores. Disponível no Youtube, o curta traz música, perna de pau e acrobacias, e promete relembrar os encantos populares e magias lúdicas do Carnaval.

Foto: Divulgação

O bate-papo, que será transmitido no canal do Youtube do Canto do MARL, às 19h30, terá a participação da figurinista Alessandra Santhiago, da idealizadora Raquel Potí e da diretora musical Thaís Bezerra, todas artistas e produtoras de Gigantes Sonhadores. A conversa será mediada por Luli Rodrigues, da companhia londrinense Núcleo Ás de Paus, e o público poderá participar enviando suas perguntas.

A atividade faz parte da programação on-line “Cultura em Resistência”. Segundo a produtora cultural do Canto do MARL, Raquel Palma, a conversa abordará a idealização e produção do curta Gigantes Sonhadores, que foi beneficiado pela Lei Aldir Blanc, por meio do Edital Chamada Emergencial de Premiação Retomada Cultural RJ. Além disso, a obra conta com patrocínio do governo federal, viabilizado pela Secretaria de Cultura de Economia Criativa do Governo do Estado do Rio de Janeiro.

Chamado de cortejo musical, Gigantes Sonhadores foi gravado em março, na área externa do Museu de Arte Moderna (MAM). “O figurino foi todo feito com materiais descartáveis. A figurinista teve 20 dias de prazo, sendo dez para esterilizar o material e outros dez para confeccionar as peças. Então, elas vão nos contar como foi esse processo de composição, que inclui também a parte musical, rítmica e o texto da Potí, um destaque nesse audiovisual”, citou Palma.

A produtora cultural do Canto do MARL acrescentou que o bate-papo vai abordar também a questão do Teatro de Rua no contexto da pandemia, com suas restrições e limitações. “Vamos falar sobre o que é um grupo itinerante, e como fazer arte de rua na pandemia; serão muitas coisas para abordar, porque é algo que se conecta com muitos assuntos”, complementou.

A vila conta com o patrocínio da Prefeitura de Londrina, por meio do Programa Municipal de Incentivo à Cultura (Promic), e apoio do Movimento de Artistas de Rua de Londrina (MARL).

N.com/Foto: Amanda Rosa/Divulgação