Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
Formação para professores de Londrina aborda “Educação e Cidadania” Formação para professores de Londrina aborda “Educação e Cidadania”

Formação para professores de Londrina aborda “Educação e Cidadania”

Wednesday, 13 de February de 2019
Categoria:

Curso vai ocorrer ao longo do ano, em dez encontros presenciais, em formato de palestra

A Secretaria Municipal de Educação (SME), em parceria com o Gabinete de Igualdade Racial (PML) e Universidade Estadual de Londrina (UEL), irá promover o curso de formação continuada com o tema “Educação e Cidadania: ações e reflexões no meio escolar”, para professores da rede municipal, estadual, e pessoas ligadas à educação que tenham interesse no tema. O curso vai acontecer ao longo do ano, em dez encontros presenciais, em formato de palestra, de 13 de março a 23 de novembro.

Para participar da é necessário se inscrever pelo link https://goo.gl/kuhLDt, ao custo de R$ 10,00. A formação completa terá 40 horas e acontecerá no Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Valéria Veronesi, aos sábados, das 8 às 12 horas, na Rua Benjamin Constant, 800, centro.

Serão abordados temas como: educação indígena, envelhecimento da população, educação especial, cinema Kaingang, a representação feminina pela mídia, aldeamentos urbanos, população negra em Londrina, entre outros. Os palestrantes são docentes e discentes da UEL.

Formação para professores de Londrina aborda “Educação e Cidadania”

Foto: Divulgação

Segundo Eliane Candoti, do Apoio Pedagógico de História da SME, os temas da formação são relacionados à cidade de Londrina, que este ano completa 85 anos. “O objetivo é refletir sobre a convivência em sociedade com as diversidades, para que todos os grupos possam interagir em uma proposta de respeito e valor mútuo”, contou.

Eliane explicou que, na prática, a formação permite implementar os conteúdos em sala de aula, que já são próprios das áreas de Humanas e Educação Ambiental, corroborando com os conteúdos propostos pela Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e com o currículo que já vigora. “Objetiva também humanizar a sociedade, promovendo a valorização e respeito ao outro e às diferenças. É mais do que uma formação acadêmica, pois trabalha a sensibilização do professor, no que tange a diversidade própria da sala de aula”, explicou.

Da UEL, estão na organização o Observatório de Migrações, Comissão Universidade para os Índios (CUIA), Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros (NEAB) e Laboratório de Estudos Sobre Religiões e Religiosidades (LERR).

Fonte: N.Com