Menu LondrinaTur, portal de Londrina e norte do Paraná
Guias
Feira Arte Mulher é lançada em Londrina Feira Arte Mulher é lançada em Londrina

Feira Arte Mulher é lançada em Londrina

Tuesday, 23 de July de 2019

As mulheres residentes no município agora contam com um novo espaço para expor e comercializar produtos manuais e artesanais que produzem. Trata-se da “Feira Arte Mulher”, uma iniciativa para fortalecer a geração de renda e autonomia voltada às mulheres artesãs de Londrina, que funcionará, a partir de setembro, no Calçadão Central, na primeira quinzena de cada mês. A cerimônia de lançamento e implementação oficial ocorreu nesta terça-feira (23), na Prefeitura de Londrina, com a presença do prefeito Marcelo Belinati e da secretária municipal de Políticas para as Mulheres, Nádia Moura. Autoridades e representantes de diversas entidades e órgãos, artesãs e artesãos também participaram.

A feira é uma iniciativa da Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres (SMPM), que coordena as ações, e já está regulamentada pelo Decreto nº 865, que foi publicado em 16 de julho, via Jornal Oficial do Município, edição 3.837.

O objetivo é estimular o aprimoramento profissional e pessoal, a autonomia financeira e a geração de renda das participantes, por meio do apoio do poder público municipal. Além disso, o projeto busca valorizar o processo de comercialização de produtos manuais e artesanais feitos pelas mulheres que vivem na cidade. Ao todo, estão sendo abertas 44 vagas para a feira, que irá ocorrer do 1º ao 15º dia de cada mês, de segunda a sábado, das 9h às 18h, no calçadão de Londrina. O endereço é Avenida Paraná, centro, entre a rua Minas Gerais e a avenida Rio de Janeiro.

Feira Arte Mulher é lançada em Londrina
Foto: Jenifer de Paula

O prefeito Marcelo destacou que a implantação da Feira Arte Mulher valoriza e abre novas portas para pessoas que são batalhadoras e colocam todo o carinho, dedicação e amor no artesanato que fazem, até que produtos de qualidade cheguem às mãos do público. “Todos precisam do respeito e apoio do poder público e é o que estamos fazendo junto às artesãs. A busca é por construir uma Londrina melhor, com novos rumos em todas as áreas. Contem com a Prefeitura como um parceiro que fará o que estiver ao alcance para proporcionar novas oportunidades”, afirmou.

De acordo com a secretária Nádia Moura, a iniciativa sublinha o empenho da Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres em valorizar o segmento dos artesãos, trazendo melhores condições e mais oportunidades para que exponham e vendam seus trabalhos, fortalecendo a atuação. “A ideia é estimular essas pessoas, para que possam fazer parte de um projeto que venha para agregar conquistas em suas vidas, como a autonomia e a independência financeira. É muito bom ver isso tomando forma e agradeço pelo empenho da nossa equipe, do prefeito, e a parceria de quem trabalha com o artesanato na cidade”, disse.

Feira Arte Mulher é lançada em Londrina
Foto: Jenifer de Paula

Ainda segundo Nádia, o Município vem fortalecendo iniciativas voltadas às mulheres. Ela citou o programa Juntas Somos Mais, que engloba uma série de atividades para fortalecer a divulgação e o alcance de informações sobre violência contra a mulher, legislação e serviços disponíveis na rede municipal. Lembrou, também, que existem vários cursos de capacitação, incluindo a área de artesanato e outras produções criativas, que a Casa da Mulher oferece durante todo o ano. “Estamos nos bairros, em mutirões, espaços públicos, envolvendo todas as regiões da cidade. Estivemos no distrito de Guaravera promovendo uma roda de mulheres para conscientizar a comunidade, por exemplo. Novas parcerias com os CRAS também ajudarão a ampliar as ações”, acrescentou.

Feira Arte Mulher é lançada em Londrina
Foto: Jenifer de Paula

A presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, Rosalina Batista, também esteve presente na cerimônia. Ela agradeceu ao apoio do poder público na implementação da feira e ressaltou que novas ações são bem-vindas, uma vez que a busca por espaços de comércio para o artesanato em áreas públicas sempre foi uma luta. “Em um mundo de tanta tecnologia que vivemos, o valor de uma peça artesanal é enorme, pois ela surge a partir de um trabalho bonito, que carrega carinho e esforço manual por quem faz, e nem sempre as pessoas percebem como é difícil. Assim como essa Feira, que vem renovada e fruto de mobilização, a política também precisa ser feita com várias mãos”, frisou.

Feira Arte Mulher – O projeto vem para ampliar a participação das artesãs de Londrina, incorporando e repaginando a Feira Mãos Talentosas, que já ocorre no Calçadão, mas com menor número de produtores. Atualmente, são oito barracas fixas atuando no local, por meio de associações. Com o novo formato que passa a vigorar, as artesãs que já trabalham no Calçadão continuarão na Feira, que agora terá pessoas comercializando suas produções de forma individual, e o número de barracas irá aumentar em quase cinco vezes.

De acordo com o decreto que regulamenta as atividades, além da primeira quinzena do mês, também há a possibilidade de funcionamento em outras datas e locais, mediante análise de viabilidade e autorização prévia dos órgãos municipais competentes. De forma excepcional, a feira ainda poderá ser realizada do 1º ao 24º dia no mês de dezembro, no horário de funcionamento do comércio local.

Requisitos – Para se inscrever e participar da seleção, as mulheres interessadas em expor seus trabalhos devem ter mais de 18 anos e residir em Londrina. É possível fazer inscrições individuais, coletivas ou em associação, obedecendo os critérios fixados pelo decreto municipal para cada modalidade de participação.

Foto: Jenifer de Paula

A avaliação, seleção e cadastro levará em conta a análise da documentação entregue, por ordem de inscrição, e a disponibilidade de espaços para permissão de uso. Os produtos vendidos na feira precisam ser provenientes de trabalho manual, de artesanato, plantas ornamentais e aromáticas, e produtos alimentícios, que não poderão ser preparados durante o funcionamento, devendo sempre seguir a legislação municipal. A CMTU demarcará os locais da feira, que terá barracas padronizadas.

As mulheres que já participam da Feira Mãos Talentosas, também no Calçadão, terão sua inscrição e manutenção assegurada para continuarem na Feira Arte Mulher, valendo para aquelas que estiverem com cadastro ativo na SMPM. Nesse caso, elas terão a garantia de permanência nos espaços que já utilizam até a data de publicação do Decreto. A formalização delas vai até o dia 29 de julho.

A partir do dia 29 de julho, as inscrições para novas participantes poderão ser protocoladas no gabinete da Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres. A análise da solicitação para participação na feira respeitará a ordem de inscrição. Após o preenchimento de todas as vagas, as demais solicitações serão direcionadas para formar cadastro reserva.

Acompanhamento – Uma comissão específica, criada pelo mesmo Decreto nº 865, ficará responsável por fazer o acompanhamento das ações, sendo composta por duas mulheres eleitas a cada seis meses, dentre as participantes da feira, e dois representantes indicados pela Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres. Caberá ao grupo verificar se os produtos comercializados atendem aos requisitos exigidos, e acompanhar a assiduidade e cumprimento aos deveres estabelecidos, bem como manter um ambiente favorável ao fortalecimento da feira.

A SMPM fará a divulgação da Feira Arte e irá promover a capacitação e qualificação das mulheres, por meio de cursos ofertados pela própria Secretaria ou juntamente a parceiros. Também auxiliará na administração da feira, cooperando com os demais órgãos do poder público, bem como a definição dos critérios de cadastramento das mulheres interessadas em participar, da forma de preenchimento das vagas e pelas deliberações sobre solicitações, denúncias, recursos, irregularidades, cadastro, ações, entre outros pontos.

Também participaram da solenidade de lançamento oficial o vereador João Martins, a artesã Regiane Floesqui, representando os profissionais que atuam no Calçadão, e Aparecido Bidóia, também artesão e designer.

Fonte: Prefeitura de Londrina